Netflix lança HQs da segunda temporada de Sex Education, mas recebe críticas

Por Samir Naliato
Data: 24 janeiro, 2020

Para promover a estreia da segunda temporada de Sex Education, a Netflix disponibilizou sete histórias em quadrinhos digitais baseadas na trama do série.

As HQs deste material promocional apresentam ilustrações das cenas do programa e têm classificação indicativa para maiores de 16 anos (assim como o seriado), por conter sexualidade e linguagem explícita. Abordam temas como masturbação, homossexualidade, abstinência, doenças sexualmente transmissíveis e outros assuntos.

Os autores responsáveis pelas histórias são brasileiros: Felipe Portugal, Raoni Marqs, Thiago Martins e Yuri Moraes (todos do selo Bruttal, do Omelete), além de Wagner William e Magenta King.

No entanto, a novidade teve uma repercussão negativa por contar apenas com autores homens, inclusive porque boa parte da série aborda assuntos que envolvem o universo feminino.

O anúncio do projeto foi por meio de um vídeo apresentado por Felipe Neto, e que pode ser visto abaixo.

Leia os quadrinhos de Sex Education clicando aqui ou na imagem a seguir.

Sex Education

• Outros artigos escritos por

.

.

.