Segundo volume de Diabolik está no Catarse

Por Samir Naliato
Data: 4 fevereiro, 2019

A Editora 85 anunciou o seu primeiro projeto de 2019. Diabolik – Volume 2 (formato 12 x 17 cm, 480 páginas) será lançado, dando continuidade às aventuras do habilidoso ladrão e sua companheira Eva Kant, criados pelas irmãs italianas Angela Giussani e Luciana Giussani.

A edição já está disponível numa campanha de financiamento coletivo no Catarse, assim como aconteceu com o volume anterior, lançado em 2018.

Serão mais quatro histórias inéditas no Brasil, respectivamente os números # 5 a # 8 da revista Diabolik – Ano 54, dando assim continuidade à série como apresentada anteriormente. Incluirá ainda orelhas e uma galeria com as capas originais.

Originalmente, na Itália, a numeração da série é reiniciada anualmente e inclui um aviso do ano de publicação.

Diabolik foi criado em 1962, e publicado pela editora Astorina. Dotado de uma inteligência acima do normal e de uma audácia sem limites, os poderes de Diabolik parecem sobrenaturais. É o homem dos mil disfarces e, com suas máscaras especiais feitas de plástico, consegue modificar a fisionomia de seu rosto. Graças a uma infinidade de truques, ele é capaz dos crimes mais bem engendrados ao lado de sua fiel parceira, e não menos cruel, Eva Kant. Somente a genialidade e a tenacidade do inspetor Ginko são capazes de enfrentar Diabolik e Eva.

No Brasil, Diabolik estreou em 1981, pela editora Vecchi, com uma série que durou 12 números. Já em 1989, uma nova revista saiu pela Record, totalizando 15 edições, além de um especial. Em 2018 o personagem retornou ao Brasil com a Editora 85.

Para ver mais detalhes do projeto, os planos de apoio e recompensas programas, clique aqui. Dentre as opções, combos que incluem o primeiro volume e outras revistas da editora, como Mister No.

Diabolik - Volume 2

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Marcelo Bondioli

    Se fosse publicado pela outra editora, não custaria menos de 350 reais!

  • Gustavo Nascimento

    Nâo conheço o personagem, mas só pelo fato de ser da editora 85 que vem fazendo um trabalho sensacional com Dampyr e Mister No , vou apoiar.

  • Blacksad.CE

    Excelente notícia! Na Itália não fica atrás em volume de publicações do Tex. São coleções e republicações em diferentes formatos a perder de vista. Já que o Brasil tem tanta intimidade com o bota do Bonelli, não dá para entender pq nunca teve tanto respaldo aqui!