Segundo volume de Ousadas traz mais histórias de mulheres que criaram o próprio destino

Por Samir Naliato
Data: 17 fevereiro, 2020

No início deste ano, a editora Nemo divulgou seus lançamentos programados para o primeiro semestre de 2020, e o primeiro deles acaba de entrar em pré-venda com lançamento programado para março.

Ousadas – Mulheres que só fazem o que querem – Volume 2 (formato 17 x 24 cm, 168 páginas, capa cartonada, R$ 54,90), por Pénélope Bagieu, está disponível na Amazon, incluindo uma tiragem limitada com ecobag temática (R$ 64,90).

Nesta conclusão da série, a autora apresenta Hedy Lamarr, inventora do wi-fi; Mae Jemison, primeira astronauta negra a ir ao espaço; Betty Davis, pioneira do funk; Nellie Bly, que há 130 anos deu a volta ao mundo em apenas 72 dias; Sonita, rapper afegã e militante no exílio; Thérèse, benfeitora de senhoras parisienses; Nellie, jornalista investigativa no Século 19; Cheryl, atleta de maratona; Phoolan, líder de banda e símbolo dos oprimidos na Índia; e outras personagens da vida real que quebraram preconceitos.

Ao adotar um tom mais político que o volume anterior, obra traça o perfil de mais 15 mulheres que, em diferentes países, enfrentaram barreiras culturais, machismo e violência, entre muitos outros obstáculos, para reescrever as próprias histórias e, com isso, acabaram transformando o mundo.

A série Ousadas já vendeu mais de 200 mil exemplares apenas na França e foi traduzida para 17 idiomas. A TV France prepara, para março de 2020, uma série que exibirá, numa versão em animação, a história das 30 mulheres retratadas nos dois volumes.

Pénélope Bagieu venceu, em 2019, o Eisner Award, um dos mais importantes do mundo na área de histórias em quadrinhos.

Ousadas - Mulheres que só fazem o que querem - Volume 2

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • O primeiro volume é ótimo! Não vejo a hora de colocar minhas mãos nesse!