Série de TV com temática de quadrinhos necessita de apoio financeiro

Por Marcus Ramone
Data: 4 maio, 2017

Contemplado pelo XII Edital Ceará Cinema e Vídeo – 2015, o episódio piloto da série de TV Minha vida em rascunhos já está em produção.

Na trama, o jovem quadrinista Tales tem o sonho de se tornar desenhista de um dos gibis de seu super-heróis predileto, o Superman. Ele mora com sua namorada Wanessa, uma professora de Literatura desempregada e que canta em uma banda de rock, com a qual planeja fazer carreira. Os dois possuem personalidades distintas: ela é extrovertida, impulsiva e está disposta a se arriscar mais; ele é tímido, introspectivo e gosta de planejar antes de executar algo. Wanessa compreende bem o sonho do namorado de ser desenhista do Superman, mas acredita que ele tem potencial para desenvolver suas próprias ideias, em vez de ser apenas mais uma massa de manobra de uma indústria. No entanto, Tales deseja entrar para o disputado mercado americano de histórias em quadrinhos por acreditar que esse é o único caminho que lhe trará reconhecimento como artista.

As filmagens começaram nesta semana, mas o diretor e roteirista da série, Ronaldo Barreto, está enfrentando problemas. “O orçamento está quase estourado, não conseguimos filmar todas as cenas dentro do cronograma e, se não puder contar com algum patrocínio, não conseguirei concluir o projeto dentro do prazo”, revelou ao Universo HQ.

Para concretizar o episódio piloto e dar prosseguimento à série, o artista está em busca de patrocínio. Interessados podem entrar em contato pelo e-mail barretoronaldo86@gmail.com ou pelo telefone 0-xx-85 99673-7448.

• Outros artigos escritos por

.

  • Projeto muito interessante e promissor. Seria um caso para financiamento coletivo ou esse método não se aplicaria?

    • victorolavo

      provavelmente, como ele aparentemente está com prazo estourado, um financiamento coletivo agora além de não garantir o investimento necessário, o faria ter que aguardar pelo menos 30 dias para continuar a execução do projeto. Ao menos é o que imagino.

  • Priguicinha

    Puta velho. Só com mta sorte pra tu conseguir isso meu brother. Brasil é foda pra essas coisas.
    Olha só o jogo do Trajes Fatais. Uma sorte filha da mãe.