Três lançamentos do selo Vertigo para novembro

Por Marcelo Naranjo
Data: 11 novembro, 2016

Além dos títulos recentes que já estão à venda, o selo Vertigo da Panini Comics terá três lançamentos neste mês de novembro.

Patrulha do Destino – Ônibus Mágico (formato 17 x 26 cm, 208 páginas, R$ 27,90) é o quinto encadernado com a fase de Grant Morrison e Richard Case. Os “heróis mais estranhos do mundo” mal acabaram com a ameaça do Avatar no agora circular Pentágono, e o Sr. Ninguém e seu bando novo em folha de felizes dadaístas reapareceu e está prestes a subir ainda mais o nível de absurdo que costuma definir uma campanha presidencial.

Por sorte, a Patrulha do Destino está mais do que acostumada a combater estranhezas com estranhezas mais estranhas ainda. Mas já estão aparecendo rachaduras na fachada de suposta unidade do grupo, e assim que os mais malucos começarem a tomar o próprio rumo, vai ser mais difícil para os remanescentes perceberem o perigo que cresce entre eles – uma ameaça que paira não só sobre a própria equipe, mas sobre todo o mundo!

patrulha_do_destino_o_onibus_magico

Monstro do Pântano – Regênese – Volume 3 (formato 17 x 26 cm, 176 páginas, R$ 25,90), por Rick Veitch, Jamie Delano e Stephen Bissette. Depois de muita tentativa e erro, a entidade elemental conhecida como Monstro do Pântano foi bem-sucedida em guiar a essência vital de seu sucessor a uma forma com a qual poderia coexistir – uma nova alma humana, gestada no ventre de sua amada Abby – com a ajuda do mago John Constantine.

Mas enquanto o casal prepara o ninho para receber seu rebento, forças extraterrestres conspiram para afastá-los uma vez mais. E, desta vez, as barreiras entre ambos podem ser insuperáveis.

monstro_do_pantano_regenese_3

Homem-Animal – O significado da carne (formato 17 x 26 cm, 176 páginas, R$ 23,90) é o quarto volume que republica a fase do personagem pós-Grant Morrison e conclui a fase de Tom Veitch ao lado de Steve Dillon e Steve Pugh. Com o passado de super-herói sendo uma lembrança distante, a luta de Buddy Baker agora é contra o dia a dia, e o Homem-Animal passou a ser o seu maior inimigo.

Com uma terrível sequência de acontecimentos, Buddy conseguiu afastar de uma só vez os amigos e a família. Até Cliff, seu filho, fugiu de casa devido à ausência paterna. A falta de perspectiva na vida do homem com poderes animais fez com que Ellen Baker fosse atrás de sustento, retomando o trabalho de freelancer. E ela encontrou abrigo na indústria dos quadrinhos, junto a um editor com um gosto pouco convencional.

Enquanto isso, Travis mergulha no ciberespaço e esbarra em atividades muito suspeitas dentro dos Laboratórios da STAR. Como se tudo isso não bastasse, outra ameaça muito mais sombria se aproxima, e ela pode trazer consigo a destruição do mundo!

homem-animal_o_significado-da_carne

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Renan Rhapsody

    Quantos encadernados da Patrulha vão ser? Achei que acabaria no 5.

    • Valdemar Morais

      Este é o penúltimo. Agora só falta “Planeta Amor” pra fechar a fase do Morrison. E acho que deve ficar por aí. Depois que ele saiu a série foi assumida pela Rachel Pollack, mas a qualidade caiu muito. Dificilmente a Panini deve publicar.

  • Marcus Vinícius

    Pretendo comprar as 3. Só não sei onde, porque a LigaHQ foi pro saco…

  • José Cuervo

    Não. ‘Magic Bus’ do The Who (single de sucesso de 1968)
    https://pt.wikipedia.org/wiki/Magic_Bus:_The_Who_on_Tour

  • Valdemar Morais

    Pois é. O problema é que o Morrison tem uma produção vasta e, sobretudo, vende bem. A pobre da Panini não tem culpa. :D Mas até que estão tentando compensar com as publicações do selo ABC do Moore.

  • Cap. Ninja

    E eu só no aguardo da querida “Prometheia”

  • El Magnifico Panochero

    Será que o ronin vem com a página quádrupla dessa vez?

  • Nelson

    Questão de gosto. De loucura por loucura, prefiro a Patrulha, que é bem mais divertida.

  • Valdemar Morais

    Também fiquei na dúvida, mas peguei e acho que foi uma decisão acertada. Ainda não comecei a ler, mas vi numa entrevista o Levi Trindade dizer que a fase do Veitch contém eventos que são importantes pra compreender a fase do Delano, esta considerada muito boa pela maioria da crítica. PS.: Pra mim é “fácil” não comprar tudo: fora Salvat e Eaglemoss, só essas republicações da Vertigo têm me interessado.

  • roberto

    O bendis é careca também! :)

  • Silvio César

    A Panini deveria republicar Escalpo em encadernados. Puta história.