UFPA lança quadrinho para promover integração com alunos estrangeiros

Por Samir Naliato
Data: 21 novembro, 2017

Africano Paid’égua é uma edição lançada com a apoio da Universidade Federal do Pará (UFPA) para promover o Estatuto da Igualdade Racial e implementar a Lei 10.639/03, de 9 de janeiro de 2003, que estabelece e respalda a necessidade da criação de projetos e produtos pedagógicos que tornem o currículo escolar mais democrático.

A edição conta com roteiro de Ricardo Ono, desenhos do quadrinhista paraense Volney Nazareno e capa do ilustrador e animador Eliezer França.

A UFPA, desde a década de 1970, é uma das Instituições de Ensino Superior brasileiras que atendem ao programa federal de recepção de alunos estrangeiros denominado PEC-G ou Programa de Estudantes-Convênio de Graduação, que oferece a oportunidade de formação superior, no Brasil, a cidadãos de diversos países em desenvolvimento. Atualmente, ela atende aproximadamente 70 alunos, provenientes em sua grande maioria de países africanos.

O projeto surgiu da necessidade da criação de um produto pedagógico, inicialmente idealizado pela bolsista Cristal Torres, para fornecer informações sobre alguns países africanos – principalmente aqueles com um número expressivo de alunos inseridos na UFPA – e contribuísse para aumentar o conhecimento sobre o continente na comunidade universitária brasileira. Os quadrinhos foram escolhidos por sua natureza lúdica e por serem um meio não tradicional de produto acadêmico para atingir o maior número possível de pessoas.

O lançamento aconteceu ontem, dia 20 de novembro, no Dia da Consciência Negra.

Africano Paid’égua

 

• Outros artigos escritos por

.

.

.