A LIGA EXTRAORDINÁRIA – VOLUME II

Por Ronaldo Barata
Data: 1 dezembro, 2005


Título: A LIGA EXTRAORDINÁRIA – VOLUME II (Devir)
– Edição especial
Autores: Alan Moore (roteiro), Kevin O’Neill (desenhos) e Benedict Dimagmaliw (cores).

Preço: R$ 49,00

Número de páginas: 224

Data de lançamento: Maio de 2004

Sinopse: Estranhos objetos oriundos do espaço – Marte, mais especificamente – chegam à Terra. Em seu interior, trazem uma ameaça tão avassaladora que apenas a mais extraordinária das equipes do Império Britânico ousaria enfrentar.

A Liga dos Cavalheiros Extraordinários está de volta.

Positivo/Negativo: Neste segundo volume, Alan Moore proporciona ao leitor um estonteante passeio pelas obras de H.G. Wells: A Guerra dos Mundos e A Ilha do Dr. Moreau, ligando as duas histórias de uma maneira que nem seu próprio criador imaginaria.

Seguindo a tradição do primeiro volume, Moore brinca com elementos da literatura vitoriana para criar uma atmosfera recheada de suspense, aventura, sexo e violência, mas tudo colocado na história de maneira muito inteligente.

Neste álbum pode-se ver as verdadeiras facetas dos membros da Liga e suas relações começam a ficar mais complexas, sendo exploradas muito além do que pôde ser visto nos livros e na primeira edição.

O medo de um fim trágico faz com que cada um deles deixe transparecer suas reais intenções, tanto em relação aos seus companheiros de equipe quanto ao resto do mundo e à própria vida.

Kevin O’Neill continua lecionando desenho e narrativa a cada página. As expressões faciais merecem destaque no seu trabalho. A maneira como ele transparece as sutilezas da face humana é de fazer o queixo cair.

Como já era de se esperar, o álbum se encerra com uma série de “extras”. Estão de volta os joguinhos e passatempos mais estranhos que já foram imaginados (alguém aí já pensou em fazer as pernas de Mina Murray dançarem cancã?), além de quadros das personagens e ilustrações representando trechos da história.

O destaque fica por conta do Almanaque do Novo Viajante, um fictício livro escrito por Murray que narra os mais variados cenários vitorianos por onde suas viagens a levaram. O texto é uma inteligente brincadeira com aqueles almanaques de turismo que podem ser encontrados em qualquer livraria, descrevendo cada região, os povos que lá habitam, seus costumes, “pontos turísticos” etc. Além disso, serve para mostrar quanto Alan Moore leu para conceber esta obra.

Mais uma obra impressionante. Melhor ainda que o primeiro volume. A qualidade de impressão continua excepcional, à altura do conteúdo. Material essencial na estante dos colecionadores de bom gosto.

 

Classificação:

4,0

• Outros artigos escritos por

.

.

.