ALMANAQUE DO PENINHA # 1

Por Marcus Ramone
Data: 1 dezembro, 2011

ALMANAQUE DO PENINHA # 1

Editora: Abril – Edição especial

Autores: Vários (roteiros e desenhos).

Preço: R$ 4,20

Número de páginas: 80

Data de lançamento: Dezembro de 2010

 

Sinopse

Republicação de 12 histórias estreladas pelo Peninha.

Positivo/Negativo

Dos dez almanaques da turma de Patópolis lançados de um só vez pela Abril no final de 2010, revivendo os bons tempos das coletâneas periódicas estreladas por um único personagem, este do Peninha disputa o posto de melhor.

Na edição, o personagem aparece em várias de suas facetas: jornalista do diário “A Patada”; super-herói (Morcego Vermelho); protetor da mata (Pena das Selvas); caubói do Velho Oeste (Pena Kid); dono de casa atrapalhado; e ainda sofrendo nas mãos do endiabrado sobrinho Biquinho ou do muquirana Tio Patinhas.

Apenas uma história foi produzida no exterior: É isso aí, bichos!, com os indefectíveis desenhos de Tony Strobl, o que já poderia garantir a boa qualidade do gibi, levando-se em conta que o Brasil é um dos países que melhor souberam desenvolver o potencial do Peninha.

Grande parte dos roteiros das HQs da edição foi escrita por Ivan Saidenberg e desenhada por Carlos Edgard Herrero e Irineu Soares Rodrigues, mas a diversidade fica garantida com as histórias escritas por Júlio de Andrade Filho e Marcelo Barreto de Lacerda e a arte de Euclides K. Miyaura.

Chantagem emocional – com Biquinho aprontando mais uma para o tio desmiolado – e Confusão na pensão, que tem a participação do Ronrom, o gato espertalhão do Pato Donald, merecem toda a atenção, mas o Almanaque do Penhinha # 1 tem ainda muito mais para mostrar.

Vale a pena conferir.

Só a ilustração da capa deixou a desejar.

Classificação:

4,0

• Outros artigos escritos por

.

.

.