ANIQUILAÇÃO 2 – A CONQUISTA # 1

Por Zé Oliboni
Data: 30 maio, 2009


Autores: Christos N. Gage (roteiro) e Mike Lilly (desenhos) (originalmente publicado em Annihilation – Quasar # 1 a 3).

Preço: R$ 6,50

Número de Páginas: 72

Data de lançamento: Setembro de 2008

Sinopse: Phylla-Vell (a nova Quasar) e Serpente da Lua saem em busca do salvador dos Krees, mas a Falange já está ciente da procura delas e envia o Adaptóide para destruí-las e encontrar o salvador antes que as heroínas tenham chance.

Positivo/Negativo: Esta primeira edição da minissérie se concentra na busca de Phylla-Vell e tem bons momentos.

Primeiro é preciso fazer uma ressalva inevitável: o poder de Quasar, sem dúvida, lembra o do Lanterna Verde da DC e a situação aqui apresentada (os braceletes ficarem sem energia) é típica do super-herói da editora concorrente.

Talvez o problema se repita outras vezes na minissérie, pois como a Marvel não tem tanta tradição em histórias espaciais, sempre corre o risco de deixar para o leitor uma sensação de que ele já aquilo em outro lugar. Afinal, é difícil criar algo cem por cento original hoje.

Dito isso, a escolha da Falange como vilão parece acertada. Só pela perseguição que faz a Phylla e Serpente da Lua, ela já se mostra assustadora. Ainda mais com a presença do clássico inimigo dos Vingadores, o Superadaptóide.

Mas o destaque da edição são os conflitos internos das heroínas. Phylla está surtando. Cada vez que faz um ataque mais violento quase perde o controle, um problema herdado pelo tempo em que o Aniquilador usou os braceletes.

Já Serpente da Lua está com sérias dores de cabeça, que logo se revelam uma volta do Dragão Serpente da Lua, alterando sua forma literalmente para um enorme ser alado.

No geral, a série começa bem, com um ritmo interessante e um desenho correto. Como a trama tem espaço para se expandir, vale a pena acompanhá-la.

Um detalhe merece nota: na primeira série da Aniquilação, a Serpente da Lua teve uma orelha cortada e, aqui, assim como no prelúdio, aparece intacta.

Isso deve ter causado uma série de reclamações dos leitores nos Estados Unidos, pois na terceira parte (publicada em Annihilation – Quasar # 3) o roteirista insere uma explicação para a volta da orelha do personagem.

 

Classificação:

4,0

• Outros artigos escritos por

.

.

.