BATMAN # 26

Por Zé Oliboni
Data: 1 dezembro, 2005


Título: BATMAN # 26 (Panini
Comics
) – Revista mensal

Autores: Batman – Judd Winick (roteiro) e Dustin Nguyen(arte);

A morte e as Donzelas – Greg Rucka (argumento) e Klaus Janson (arte).

Preço: R$ 6,90

Número de páginas: 96

Data de lançamento: Janeiro de 2005

Sinopse: O vôo do Corvo – Quando os criminosos começam a
enlouquecer e gângsteres a serem mortos aos bandos pela cidade, apenas
Batman poderá salvá-los.

A morte e as Donzelas – Batman fez um acordo com o demônio e
agora precisa pagar o preço.

Positivo/Negativo: A idéia de concentrar um arco de histórias em
poucas edições nacionais é excelente. Quando a saga é boa, você sente
que vale a pena comprar a revista, mas quando é algo como O Vôo do
Corvo
, pode deixar de comprar sem peso na consciência.

O roteiro de Winick até começa bem, trabalhando uma história de gângsteres
utilizando o Pingüim, que melhorou muito depois do “terremoto” e assumiu
mais seu lado mafioso, deixando os supercrimes para outros loucos de Gotham.
Contudo, o arco desanda quando surge o monstro espantalho.

Os desenhos de Dustin Nguyen não são excepcionais, mas cumprem sua função;
são consistentes e criam uma boa atmosfera para a história. Ele tem trabalhado
bem nas alucinações e no desenho do Espantalho original. Já o monstro…
Bem, como o personagem em si é ruim, nenhuma representação seria de todo
boa.

A morte e as Donzelas é mais um ponto baixo na carreira de um escritor
tão bom como Greg Rucka. Entre esta série e o que ele tem feito na Marvel
para o Wolverine, fica difícil acreditar que ele tem excelentes
roteiros no currículo.

Infelizmente, como todo roteirista, Rucka tenta dar sua visão da morte
dos pais de Bruce e como o Morcego lida com isso. Aparentemente, como
todos os pontos de vista possíveis já foram abordados, essa conversa de
Batman com seus pais mortos não tem nada de novo para acrescentar.

A história de Ra’s e Nissa até poderia ser interessante, se não fosse
tão longa. O desenho também não colabora, transformando essa série em
uma tortura mensal.

Classificação:

4,0

• Outros artigos escritos por

.

.

.