Batman # 35 – Novos 52

Por Ricardo Malta Barbeira
Data: 2 outubro, 2015

Batman # 35Editora: Panini Comics Revista mensal

Autores: Ícaro – Conclusão (Detective Comics # 34) – Francis Manapul e Brian Buccellato (narradores);

O Manso (Batman # 34) – Scott Snyder e Gerry Duggan (história), Gerry Duggan (roteiro), Matteo Scalera (arte), Lee Loughridge (cores);

Fim de Jogo – Parte 1 (Batman # 35) – Scott Snyder (roteiro), Greg Capullo (desenhos), Danny Miki (arte-final) e FCO Plascencia (cores);

O Homem Pálido (Batman # 35) – James Tynion IV (roteiro), Kelley Jones (arte) e Michelle Madsen (cores).

Preço: R$ 8,20

Número de páginas: 80

Data de lançamento: Junho de 2015

Sinopse

Detective Comics – Batman descobre quem matou Elena Águila.

Batman – O Homem-Morcego investiga uma série de desaparecimentos.

Batman – A Liga da Justiça ataca.

Batman II – Internos do Asilo Arkham relatam suas estranhas relações com um famoso hóspede do lugar.

Positivo/Negativo

A conclusão de Ícaro mostra-se bem aquém de seu início, mas se a trama encontra resoluções pouco inspiradas, a arte mantém a toada de antes, tornando-se um bom ponto de apoio para o leitor.

A seguir, uma história isolada do título Batman, que traz o Cruzado Encapuzado às voltas com um assassino que tem como vítimas os pacientes da Dra. Leslie Thompkins.

Uma história tapa-buraco, aparentemente feita para que o roteirista Scott Snyder possa recuperar o fôlego para o que vem a seguir, o arco Fim de Jogo, que traz novamente ao palco chamado Gotham o maior inimigo do Morcego.

Nesta primeira parte, Batman é atacado por parte da Liga da Justiça, e a dupla Snyder e Capullo transforma o centro da cidade numa legítima arena para esse combate, que não poderia ser menos do que grandioso.

As últimas páginas revelam quem está por trás desse ataque, deixando uma grande expectativa para o que vem a seguir.

Fechando este número, o primeiro capítulo de uma trama paralela a Fim de Jogo, que revelará mais pistas do que ocorrerá na saga.

Vale destacar a bela arte de Kelley Jones, uma grata surpresa dessa curta história.

Classificação

2,5

• Outros artigos escritos por

.

.

.