Beasts of Burden – Rituais animais

Por Talita Grass
Data: 6 abril, 2018

Beasts of Burden – Rituais animaisEditora: Pipoca & Nanquim  – Edição especial

Autores: Evan Dorkin (roteiro); Jill Thompson (arte) – originalmente em Beasts of Burden Animal Rites

Preço: R$ 69,90

Número de páginas: 184

Data de lançamento: Agosto de 2017

Sinopse

Magia negra, sapos demoníacos e cães zumbis são alguns exemplos dos problemas que assolam a aparente tranquilidade de uma certa vizinhança. Com os habitantes humanos alheios aos perigos, cabe a um perseverante grupo de cachorros (e um gato) manter toda a comunidade a salvo.

Positivo/Negativo

Escrita por Evan Dorkin e com a arte deslumbrante de Jill Thompson, Beasts of Burden chegou ao Brasil em uma edição caprichada da Pipoca & Nanquim.

Na trama, dividida em oito histórias curtas, a cidade de Burden Hill está sofrendo com várias ameaças sobrenaturais, e um grupo de cães (e um gato) é responsável por investigar e protegê-la.

Eles contam com a orientação de cachorros mais velhos, que são uma espécie de “xamãs“. Aliás, essa questão da religiosidade é muito explorada ao longo de cada capítulo, pois os personagens lidam com ocorrências sobrenaturais e mágicas ao longo dos casos que precisam desvendar.

Sem dúvida, o ponto alto da obra está na construção de personagens tão ricos. Cada um possui sua personalidade bem definida e, naturalmente, ao longo da leitura é fácil atribuir a eles suas vozes – como se elas já fossem intrínseca aos protagonistas.

Mas o mérito maior está em construir tudo isso sem precisar recorrer ao batido artifício de humanizar os bichos. Muito pelo contrário, eles são animais perfeitos em sua naturalidade, faces de medo e alegria, olhares e movimentos corporais.

As oito histórias são muito envolventes, mas algumas merecem destaque. Dentre elas, Não se deve profanar o sono dos cães, que inicia com a impactante ilustração de um cachorro morto na beira da estrada. O grupo tentará resolver esse mistério e acaba precisando enfrentar cães-zumbis vorazes e cobertos de sangue.

Outro ponto alto é Perdido, na qual os “heróis” precisam encontrar alguns cachorrinhos desaparecidos e, para isso, utilizam rituais mágicos – o final é bastante inesperado.

E Um cachorro e seu menino é sensível e capaz de fazer o leitor marejar os olhos. A trama envolve um dos cães do grupo, o Campeão, e um homem que aparece dormindo em sua casinha. Os dois acabam criando uma fortíssima relação de amizade em meio aos acontecimentos sobrenaturais que envolvem o estranho visitante. É de emocionar.

Graças às belíssimas ilustrações de Jill Thompson, tudo funciona visualmente de forma muito orgânica. Ela usar as cores de maneira encantadora e cria páginas com cores lúdicas, mesclando tons pastéis e vivos ou somente preto e branco com impactantes manchas de sangue vermelho.

A disposição dos quadros é dinâmica, e guia os olhos do leitor pelas páginas para captar precisamente o tempo de cada ação. Thompson utiliza o branco do papel para trabalhar efeitos de luminosidade lindos. Em uma das ilustrações, há também uma inusitada referência ao pintor Francisco de Goya e sua obra Saturno devorando um filho.

A edição faz lembrar os antigos livros de contos de fadas. A lombada tem acabamento especial com meia-casaca em percalux, imitando couro. Capa dura em formato 19,5 x 28 cm e miolo em papel couché fosco. Além disso, o álbum conta com uma série de extras, incluindo um posfácio escrito por Evan Dorkin, thumbnails e sketchbooks feitos por Jill Thompson e descrições sobre seu processo de criação.

Beasts of Burden – Rituais animais é sensível, carismático e tem aquele gostinho nostálgico dos filmes dos anos 1980 e das animações Scooby-Doo e 101 Dálmatas. A química entre os animais do grupo é enorme, as personalidades se complementam e, ao final, tem-se várias histórias com momentos de humor, emoção, terror e heroísmo. É a prova de que a coragem em quebrar padrões pode trazer ótimos resultados e tornar uma história indispensável.

Classificação

5,0

.

Compre esta edição aqui!

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Emerson

    Beasts of Burden foi um dos melhores lançamentos de 2017, na minha opinião. A arte da Jill Thompson é encantadora, e o roteiro de Evan Dorkin não fica atrás; a história “Um cachorro e seu menino” é divertida, tensa e emocionante, considero a melhor da edição.
    Espero ansiosamente pelo segundo volume.

  • Foi meu Top1 nos melhores do ano passado. Tudo bem que só avalio gibis relacionados ao terror, mas ainda assim é o melhor que li.

  • Felipe Lima

    Velho… AMEI essa HQ, é simplesmente perfeita! Os personagens são tão carismáticos e, como a ótima análise acima disse, com personalidades tão bem trabalhadas. Estou ansiosíssimo pelas outras histórias dessa turma. Dei uma pesquisada e fiquei sabendo que tem até cross-over com Hellboy! Queria muito ler e, como não sou adepto de SCAN, vou esperar até a Pipoca & Nanquim lançar, mas vai ser difícil.