Blankets

Por Télio Navega
Data: 19 dezembro, 2008
MATERIAL IMPORTADO

 

BlanketsEditora: Top Shelf – Edição especial

Autor: Craig Thompson (texto e arte).

Preço: US$ 19,77

Número de páginas: 592

Data de lançamento: Agosto de 2003

Sinopse

O norte-americano Craig Thompson conta, nesta autobiografia em quadrinhos, como foi sua criação sob educação severamente cristã, sua infância ao lado do irmão menor e, o mais importante, seu primeiro amor, envolto em cobertores (a tradução do título original) e muita neve, algo típico da região em que ele vivia, uma pequena cidade do Wisconsin, nos Estados Unidos.

Positivo/Negativo

Se HQ fosse poesia, seria Blankets. O livrão de quase 600 páginas em preto-e-branco desce redondo e suave na leitura, apresentando uma bela história de amor em conflito com a severa educação religiosa do autor.

Em muitas páginas, Thompson deixa o texto de lado e desenha a si mesmo, brincando na neve, garoto, ao lado do irmão. Em outras, aparece abraçado à Raina, sua paixão. Os momentos de ternura do casal rendem belas páginas. Principalmente aquelas em que os dois estão envoltos nos cobertores costurados pela moça.

Thompson cresce em uma casa ora calorenta, ora congelante no Wisconsin, o que rende momentos divertidos, apesar de angustiantes, para ele e seu irmão, moleques que dividiam uma cama para dormir. Ou, ao menos, tentavam, já que os dois brincavam o tempo todo, imaginando, por muitas vezes, a cama como um barco que os salvaria do mar infestado de tubarões. Mais lúdico, impossível. Isto sem falar da guerra de xixi com seus respectivos “instrumentos”.

Mas tudo muda na adolescência, quando ele conhece Raina em um acampamento da igreja e pede à mãe para passar três semanas na casa da garota. Ele então descobre que os pais dela estão se separando, a contragosto do pai, que, religiosamente, não acredita no fim do casamento. E conhece os irmãos mais velhos da moça: Ben e Laura, ambos com Síndrome de Down e adotados pela família. Ainda há Julie, que é casada e tem um bebê, mas mora em sua própria casa. O círculo de conhecimento e compreensão do mundo de Thompson se amplia.

Embora seja bem recebido na casa da namorada, Thompson enfrentará os ciúmes de Ben, que até então passava bastante tempo ao lado da irmã, e a tentação de consumar seu amor por Raina, já que a religião o oprime em vários quadrinhos. Sexo e religião: combinações perigosas tratadas com delicadeza em balões sinceros e belos desenhos. Jesus chega a aparecer para o protagonista algumas vezes. Em outras, o autor reproduz passagens bíblicas, como uma catarse.

O livro é uma obra-prima, de momentos ternos e de autodescobrimento, em que o roteiro, rico na transparência de seu angustiado protagonista, combina perfeitamente com a arte em preto-e-branco. Antes, ele produzira Good-bye, Chunky Rice, em 1999, e depois faria, em 2004, Carnet de Voyage, um diário de viagens em quadrinhos.

Desde então, o autor se encontra imerso em um álbum ambicioso, chamado, até o momento, de Habibi. Segundo ele, este próximo trabalho, que deve ser imenso, será uma espécie deBlankets na visão islâmica.

Blankets ganhou, merecidamente, quatro prêmios Harvey, dois Eisner e dois Ignatz. E, para sorte dos brasileiros, a Companhia das Letras promete publicá-lo em maio de 2009 por aqui. Antes tarde do que nunca.

Classificação

5,0

Télio Navega, jornalista e responsável pelo blog Gibizada e pela coluna de mesmo nome no jornal O Globo

• Outros artigos escritos por

.

.

.