Canalha # 2

Por Sidney Gusman
Data: 13 abril, 2001

Canalha # 2Editoras: Brainstore e Plurale – Mensal

Autores: As Aventuras de Zózimo Barbosa – Wander (roteiro) e Gustavo Machado (desenhos); Perseguindo Traseiros – Sanchez Abuli (roteiro) e Darko Perovic (desenhos); Morgan – O Olho do Morto – Antonio Segura (roteiro), José Ortiz (desenhos); Snake – Duplo Par – Sanchez Abuli (roteiro) e Jordi Bernet (desenhos).

Preço: R$ 4,90

Data de lançamento: Abril de 2001

Sinopse

Canalha #2 tem como grande atração a presença do roteirista espanhol Sanchez Abuli em duas histórias e numa entrevista feita em parceria com o Universo HQcuja versão, na íntegra (a versão da revista é resumida), já está disponível para os nossos leitores.

As Aventuras de Zózimo Barbosa – o sacana detetive se vê às voltas com mais um caso de adultério. Desesperado pra pegar logo a sua grana e se mandar pra farra, ele sequer se preocupa nas conseqüências que suas revelações trarão à sua cliente!

Perseguindo Traseiros – Dois amigos “tarados” estão sempre pelas ruas tentando arrumar alguma mulher. O problema é o jeito que fazem isso: o cego chamado “Pernas” empurra a cadeira de rodas de “Olhos”, que não tem as pernas, mas é quem guia a “caça”. No final, Abuli dá uma “virada” no ritmo da história que deixa o leitor “baqueado”.

O Olho do Morto – O presidiário Morgan (um ex-policial) soluciona o caso de um serial killer de dentro da cadeia, mas isso não lhe vale de muita coisa.

Duplo Par – O cowboy Snake encara um valentão que diz ser “dono” da garota que trabalha num saloon. O final é simplesmente impagável!

Positivo/Negativo

A segunda edição da revista Canalha chegou às bancas justificando o criativo slogan “Quadrinho pra quem não torce pelo mocinho”! A escolha das histórias (muito boas) foi extremamente feliz, pois os personagens publicados se encaixam no “espírito” da revista, principalmente Snake, cuja aventura é ótima!

Também merece destaque o suplemento Páginas Negras, onde o roteirista Sanchez Abuli conta que, por causa de uma briga com Jordi Bernet, seu parceiro há muitos anos, o gângster Torpedo (e todos os outros personagens da dupla, como Snake) teve o término de suas histórias decretado!

O ponto negativo fica por conta da qualidade da impressão, que melhorou em relação à número 1, mas continua deixando a desejar, com algumas páginas mais claras e o problema da tinta que sai nas mãos do leitor.

Classificação

3,5

• Outros artigos escritos por

.

.

.