Capitão América & os Vingadores Secretos # 6

Por Lielson Zeni
Data: 23 março, 2012

Capitão América & os Vingadores Secretos # 6Editora: Panini Comics – Revista mensal

O julgamento do Capitão América (Captain America # 611) – Ed Brubaker (roteiro) e Daniel Acuña (arte);

Olhos do dragão (Secret Avengers # 6) – Ed Brubaker (roteiro), Mike Deodato (arte) e Rain Beredo (cor);

Guerreiros secretos (Secret Warriors # 22) – Jonathan Hickman (roteiro), Alessandro Vitti (arte) e Imaginary Friends Studio (cor).

Preço: R$ 6,50

Número de páginas: 72

Data de lançamento: Dezembro de 2011

Sinopse

O julgamento do Capitão América – O Barão Zemo divulgou para o mundo todo que Bucky Barnes, o atual Capitão América, era o Soldado Invernal. Agora, o herói terá de responder publica e judicialmente por isso. Começo do arco de histórias.

Os olhos do dragão – Ao que tudo indica, Fu Manchu está vivo. E Steve Rogers vai recrutar Shang-Chi, o Mestre do Kung Fu para os Vingadores Secretos. Começo do arco de histórias.

Guerreiros secretos – A bomba foi plantada na base da Hidra, e Nick Fury e seus Guerreiros Secretos correm para tentar se salvar, enquanto Fobos tem um combate mortal contra Gorgon. Final do arco de histórias.

Positivo/Negativo

Esta é uma revista que não perde o pique. Ao mesmo tempo em que não surpreende seu leitor, tampouco o deixa insatisfeito. Sabe-se o que esperar dela antes mesmo de folhear. Tanto no texto quanto na (boa) arte.

A trama de Capitão América sofre uma grande reviravolta, mas mantém seu patamar de qualidade. Quando Bucky parecia bem acomodado sob a máscara do Sentinela da Liberdade, eis que ele é julgado por ter sido agente da extinta União Soviética.

É engraçado para o leitor brasileiro ver o quão mais grave se tornam os crimes de Bucky Barnes quando era o Soldado Invernal se cometidos contra cidadãos norte-americanos. Esse detalhe torna assassinatos ainda mais criminosos.

Obviamente, qualquer leitor que se preste a abrir uma história do Capitão América está disposto a engolir patriotadas estadunidenses. E é um claro problema simbólico o heroico homem que veste a bandeira da nação ter matado norte-americanos.

Porém, Brubaker encaminha a discussão para o campo da ética, quando se trata, na verdade, de uma questão simbólica.

Em Vingadores Secretos, Brubaker começa uma história centrada no retorno de um dos grandes vilões dos planos de conspiração e dominação mundial, Fu Manchu. Isso traz o simpático Mestre do Kung Fu de volta. Espera-se que o Punho de Ferro também dê as caras mais adiante.

Guerreiros Secretos investe em uma sequência de ação do tipo heróis contra o tempo em disparada pela base inimiga antes que tudo vá pelos ares.

Entre um e outro clichê de ação, Jonathan Hickman compõe uma boa trama. Vale conferir o que vem na próxima edição, quando um novo arco de histórias se iniciará.

Classificação

2,5

• Outros artigos escritos por

.

.

.