COURTNEY CRUMRIN & O PACTO DOS MÍSTICOS

Por Ronaldo Barata
Data: 2 agosto, 2009

Autor: Ted Naifeh (roteiro e arte).

Preço: R$ 20,90

Número de páginas: 136

Data de lançamento: Setembro de 2009

Sinopse: Courtney Crumrin está de volta para enfrentar as bruxas e os feiticeiros mais poderosos da cidade… o Pacto dos Místicos!

Quando as criaturas da noite da vizinhança de Courtney começam a criar problemas, parece que os Crumrin são os únicos interessados na verdade.

Depois que um primeiro confronto com o duende macabro mais terrível do mundo termina muito mal, o Pacto decide que precisa de um bode expiatório. O conselho místico volta sua ira contra Skarrow, uma criatura mágica a serviço da mais bela e reclusa bruxa da cidade.

Sabendo que confusões desse tipo nunca são fáceis de resolver, o tio Aloysius rejeita as acusações do Pacto, fazendo com que uma curiosa Courtney siga por um caminho tortuoso para descobrir o verdadeiro cérebro por trás de todo esse horror!

Mas Courtney terá alguma chance contra um ser tão poderoso e manipulador como o que a aguarda no final de sua jornada?

Positivo/Negativo: Continua a saga de Courtney Crumrin e seu aprendizado sobre magia e os segredos do oculto.

Mesmo sendo uma sequência, Courtney Crumrin e o Pacto dos Místicos
traz uma história mais madura e mais bem elaborada do que a primeira.
Neste segundo volume, o autor apresenta toda a organização do mundo mágico, as instituições e hierarquias que o compõem e os conflitos de interesses entre seus membros. O leitor também pode ver mais do tio Aloysius e entender melhor sua personalidade e seu papel no mundo dos feiticeiros.

Mas o que dá mesmo um ar diferente é a trama de mistério – algo nada explorado no primeiro álbum – que torna a trama mais interessante de maneira geral.

Há também mais violência embutida na HQ, o que quebra um pouco a sensação de álbum infanto-juvenil da obra.

A arte continua excelente e, felizmente, tem menos “momentos Mignola”.

Uma ótima pedida.

 

Classificação:

4,0

• Outros artigos escritos por

.

.

.