Escapo

Por Talita Grass
Data: 16 dezembro, 2019

EscapoEditora: Mino – Edição especial

Autor: Paul Pope (arte e roteiro) – Originalmente publicado em Escapo (tradução de Dandara Palankof).

Preço: 59,90

Número de páginas: 96

Data de lançamento: Março de 2019

Sinopse

Escapo conta a história de um mestre das fugas de circo, famoso por escapar de qualquer situação. Com seu rosto desfigurado, seu talento e sua paixão por uma colega de circo, nem mesmo a morte consegue detê-lo.

Positivo/Negativo

Está bastante enganado o leitor ao presumir que Escapo trata somente sobre um escapista de circo. Todo o floreio em torno da ousada profissão do protagonista serve, na verdade, como uma ótima e funcional metáfora para seu estado mental.

A trama gira em torno de Vic, um mestre de fugas, e sua conturbada convivência com os outros artistas circenses do grupo. É bastante pertinente observar como ele, na verdade, vai em direção à morte ao mesmo tempo em que precisa escapar dela.

Seu descontentamento com a vida é notável e, por isso, precisa lidar com a vontade de não escapar das armadilhas de suas apresentações. Seu trabalho é escapar, mas sua mente implora pela morte.

Todos os dias, os outros profissionais do circo massacram Vic com agressões verbais. Além disso, o protagonista cultiva uma paixão não correspondida por uma das artistas. Todos esses elementos, somados ao seu legado familiar e aos seus problemas de autoestima, colaboram para um cara completamente desgostoso com a vida.

Cada situação em que ele é colocado para escapar funciona como uma batalha interior, uma maneira de perceber as lutas internas de Vic.

O roteiro causa um envolvimento crescente, que deixa o leitor conectado e aflito com a trama. Uma enorme carga de expectativa é criada, mas não entrega um final compensador – Paul Pope constrói um percurso enigmático, mas um desfecho simplório.

Contudo, oferece um banquete em sua arte e narrativa gráfica. Desde as primeiras páginas, em uma introdução memorável, pode-se admirar os belos enquadramentos que conseguem transmitir a essência correta de cada momento. Em preto e branco, os traços são soltos e doces, mas, ao mesmo tempo, pesados e dramáticos.

Os balões e letras tomam formas circenses durante os espetáculos – quase ouve-se o tom de voz do apresentador no picadeiro. O texto apresenta alguns trechos um pouco confusos e ambíguos – pelo menos em dois momentos a fluidez da leitura é prejudicada por isso.

Escapo é mais profundo do que aparenta em uma primeira leitura. É um romance trágico, com narrativa habilidosa, arte voraz e um protagonista intrigante.

A edição da Mino é em capa dura, formato 21 x 27 cm, papel de boa gramatura e impressão. Além disso, apresenta um belo posfácio do quadrinhista Pedro Cobiaco, com reflexões acerca do trabalho de Paul Pope e sua contribuição para a história dos quadrinhos.

Classificação:

4,0

.

Compre este quadrinhos aqui!

• Outros artigos escritos por

.

.

.