FUTARI H # 1

Por Tiago Pavinato Klein
Data: 26 outubro, 2009


Autor: Katsu Aki (texto e arte).

Preço: R$ 6,90

Páginas: 96

Data de lançamento: Março de 2009

Sinopse: Yura e Makoto se conhecem por intermédio de uma agência de encontros e casamentos.

Os dois acabam se apaixonando e se casam – ambos virgens. E, após o matrimônio, começam as suas descobertas em relação ao sexo.

Positivo/negativo: Esta série da JBC é uma comédia erótica, cujo subtítulo O manual do amor combina muito com a obra.

No decorrer da história, há o tal manual, um verdadeiro “catecismo”: informações e estatísticas sobre relacionamentos e sexualidade vão sendo lançadas no decorrer das páginas.

Desde o número de pessoas que se conhecem em agências de encontros e médias de relacionamentos sexuais por semana, até informações de coisas como desabotoar o sutiã, como preparar o ambiente para a relação sexual e por aí afora.

Alguns momentos são bem divertidos. No início, nervosos com a noite de núpcias, os dois acabam assistindo Tripa dos mortos, e é assim que sua primeira noite termina…

E já surgem alguns coadjuvantes, como o irmão de Makoto, que quer lhe dar dicas sobre o sexo.

O mangá pode parecer um pouco ingênuo no começo, ou com um tom didático demais, mas aos poucos vai encontrando seu caminho e trata do sexo de uma maneira nem tão convencional. Em vez de apenas personagens fogosos e bons de cama, como em geral ocorre nos quadrinhos, o texto trabalha com temas cotidianos: virgindade, o medo de não satisfazer o parceiro, ejaculação precoce, dúvidas e apreensões…

A série inicia promissora, pois trata a sexualidade com normalidade e sutileza, com diálogos engraçados e do cotidiano, mostrando a visão e os sentimentos tanto do lado masculino quanto do feminino na relação amorosa.

 

Classificação:

4,0

• Outros artigos escritos por

.

.

.