Gemini 8 # 1

Por Lucas Lourenço
Data: 2 abril, 2012

Gemini 8 # 1Editora: Abril

Autores: Marcela Catunda (argumento), Ricardo Sasaki (desenhos), Leonardo Carpes e Ricardo Sasaki (arte-final) e Fernando Ventura (cores).

Preço: R$ 1,95

Número de páginas: 32

Data de lançamento: Janeiro de 2012

Sinopse

O curioso Marco deixa de ir à escola para apanhar uma pipa no alto de uma árvore. Mal sabe ele que o papagaio é capaz de levá-lo para outro planeta: Gemini 8, terra natal de Polo.

E o alienígena não vai medir esforços para mandar o novo amigo de volta para casa.

Positivo/Negativo

Gemini 8 é uma das três novas revistas infantis lançadas no começo de 2012 pela Abril e, assim como UFFO e Garoto Vivo na Villa Cemitério, faz parte das tirinhas da revista semanal Recreio, da mesma editora. É, no entanto, a única que não ganhou ou foi finalista do Prêmio Abril de Personagens 2011, que dava aos vencedores o direito de publicação.

Na verdade, a equipe criativa de Gemini 8 é reconhecida, mas não nos quadrinhos. Os autores fazem parte da TV PinGuim, empresa responsável pela criação do desenho animado Peixonauta, ganhador de prêmios nacionais e internacionais e líder de audiência no canal a cabo Discovery Kids.

Assim, bom nível técnico é o que não falta aos criadores. O roteiro de Marcela Catunda é ágil e entretém ao jogar os personagens em diversas sequências de ação. Toda esta energia, talvez, tenha deixado pouco espaço para uma melhor apresentação de cada um deles, mas nada que impeça o andamento agradável da história.

A arte é excelente. Os traços de Ricardo Sasaki obedecem a um certo estilo já consolidado da TV PinGuim, que não lembra qualquer outro infanto-juvenil do mercado. A diagramação das páginas é simples, como deve ser toda HQ voltada para crianças, mas não monótona e combina bem requadros e cenas soltas no espaço. As cores são diversificadas, chamativas, bem equilibradas.

A grande questão de Gemini 8, contudo, é editorial. Diferentemente da grande maioria dos quadrinhos destinados aos pequenos, a história não chega ao fim na primeira edição. A própria capa anuncia “1001 tentativas de mandar Marco de volta pra casa”, sendo que nesta primeira HQ apenas duas delas são reveladas. Se esta média continuar, vão faltar outras 500 edições para a trama chegar ao fim…

Afinal, como a periodicidade será bimestral, seriam mais 83 anos de aventuras pela frente. Claro que as “1001 tentativas…” são, na verdade, força de expressão, mas o fato de a revista apresentar uma história longa e um “continua” logo no primeiro número pode desestimular os leitores infantis, acostumados a várias HQs curtas (e fechadas) por número em seus gibis favoritos.

Classificação

3,5

• Outros artigos escritos por

.