GOURMET

Por Wesley Modro
Data: 1 dezembro, 2010

GOURMET

Editora: Conrad Editora – Edição especial

Autores: Masayuki Qusumi (roteiro), Jiro Taniguchi (arte) e Drik Sada (tradução).

Preço: R$ 26,90

Número de páginas: 200

Data de lançamento: Junho de 2009

 

Sinopse

Dezoito lugares e pratos diferentes são o meio para conhecer um pouco da cultura e comportamento japoneses, por meio da jornada solitária do vendedor Inogashira pela culinária nipônica.

Positivo/Negativo

Ao deparar-se com este álbum numa livraria, duas palavras podem enganar o possível futuro leitor: mangá e gourmet. A primeira pode afastar leitores do tema sugerido pela segunda, e vice-versa.

Vale ressaltar para os integrantes do primeiro grupo que mangá nada mais é do que a palavra japonesa para história em quadrinhos e que, assim como acontece no Ocidente, possui divisões. Gourmet enquadra-se na categoria Seinen, voltada ao público masculino adulto, com roteiros maduros e arte sem exageros.

O outro grupo deve saber que o sentido da palavra francesa gourmet não remete à gastronomia de luxo, e sim à pessoa que aprecia e relaciona-se com aquilo que come, seja num bistrô da alta gastronomia ou num quiosque na calçada.

E é dessa afeição sem frescuras, exageros e afetações que a HQ de Masayuki Qusumi e Jiro Taniguchi trata.

Taniguchi ficou conhecido aqui por O livro do vento e pela ótima Seton – Um naturalista viajante, que, infelizmente, ficou sem conclusão pela Panini.

O traço fino do artista, já premiado em Angoulême, na França, concede um clima agradável ao roteiro impecável de Qusumi, que transforma um tema inusitado em uma história envolvente.

A HQ pouco mostra sobre o passado do protagonista Inogashira, cujo nome completo é revelado apenas no posfácio. Sabe-se que ele trabalha com venda e importações, que viaja bastante e está sempre disposto a comer.

No decorrer das 18 histórias, alguns detalhes são acrescentados, mas muita coisa fica a critério da imaginação do leitor, detalhe que, somado ao ritmo leve e à narrativa não linear, torna Gourmet uma trama típica dos clássicos do cinema europeu.

A singela e melancólica jornada deste gourmet solitário (tradução literal do título original japonês, Kodoku no Gurume) cativa o leitor, trazendo-o para dentro da HQ e causando nele uma impressão tão única da história quanto o sabor de uma comida causa para cada pessoa.

Com esta publicação, a Conrad novamente cumpre com a sua proposta de colocar no mercado histórias dos mais variados segmentos e suas vertentes. Gourmet se aplica bem a esta missão, numa edição impecável, com uma bela sobrecapa e um posfácio no mínimo curioso, assinado por Jiro Taniguchi.

Elogios também para a tradução de Drik Sada e o bom trabalho de revisão. O editor optou por explicar os pratos degustados em um glossário nas páginas finais, em vez de lotar o livro com notas de rodapé, o que ajuda bastante na fluência da leitura.

O único porém é o letreiramento um pouco apertado, consequência da utilização das caixas e balões originais da edição japonesa, mas nada que chegue a incomodar.

Depois desta deliciosa viagem aos costumes japoneses, passando pelos hábitos culturais e gastronômicos das mais variadas regiões daquele país, o leitor pode sentir um vazio que só poderá ser preenchido com uma visita ao restaurante nipônico mais próximo.

Gourmet é um livro simples, belo e instigante, como todo bom prato de comida deve ser. Vale a pena experimentar!

Classificação:

4,0

• Outros artigos escritos por

.

.

.