Grandes Heróis Marvel # 9 – Premium

Por Marcelo Naranjo
Data: 19 maio, 2001

Grandes Heróis Marvel # 9Editora: Abril Jovem – Mensal

Autores: Homem de Ferro – Kurt Busiek & Roger Stern (roteiro), Tom Grummett (desenhos), Art Thibert (arte-final) e Steve Oliff (cores)
O Poderoso Thor – Dan Jurgens (argumento), John Romita Jr. & Klaus Janson (arte) e Gregory Wright & Matt Hicks (cores)
Homem de Ferro – Kurt Busiek & Roger Stern (roteiro), Sean Chen (desenhos), Hunter/Morales/Nelson/Cannon (arte-final) e Steve Oliff (cores)
Homem-Aranha – Howard Mackie, John Romita Jr. e Scott Hanna (roteiro e arte) e Mark Bernardo (cores)
Fanático – Joe Casey (argumento), Terry Shoemaker (desenhos) e Scott Hanna (arte-final)
O Incrível Hulk – John Byrne (texto), Ron Garney (desenhos), Dan Green (arte-final) e Steve Buccellato (cores)
Vingadores Eternamente – Kurt Busiek (roteiro), Ron Garney (desenhos), Dan Green (arte-final) e Steve Buccellato (cores)

Preço: R$ 9,90

Data de lançamento: Abril de 2001

Sinopse

As cinco primeiras histórias desta edição trazem a saga O Oitavo Dia. Nela, acompanhamos oito seres humanos serem transformados em deuses, com a missão de construir uma máquina mística, dominar a vontade humana, dividir esse contingente em oito partes e provocar uma guerra, para ver qual dos deuses é mais poderoso.

Um desses “deuses” é o Fanático, que atinge a plenitude de seu poder, chegando a vencer facilmente Thor. O Deus do Trovão, aliás, é um dos heróis que pretende evitar essa tragédia, ao lado do Homem-Aranha, Homem de Ferro e Charles Xavier.

Na sua história, o Hulk, ainda controlado por Tyrannus, detona um avião em pleno vôo, provocando uma tragédia. Logo depois, ele escapa do controle do vilão.

E por fim, os Vingadores dividem-se em grupos, realizando viagens no tempo para tentar acabar com os planos de Immortus, e encontram diversas equipes de Vingadores ao longo do tempo.

Positivo/Negativo

A saga O Oitavo Dia pretende fazer uma homenagem ao mestre Jack Kirby. Infelizmente, ficou na tentativa. Os vilões são claramente inspirados no trabalho do mestre, mas a trama não tem um mínimo de criatividade.

Além disso, o roteiro subestima o leitor. Veja só: com tanto lugar no mundo, os deuses do mal constroem uma máquina de destruição no porão do Clarim Diário?! Tenha dó! Mas ficou a certeza que a linha Premium tem o formato ideal para apresentar grandes sagas, numa única edição.

A história do Hulk, infelizmente, não manteve o mesmo pique do início, na conclusão da primeira saga. Ficou a impressão que Byrne não tinha muito que contar, e quis terminar tudo rapidamente.

Já na continuação de Vingadores Eternamente, temos outra história interessante dessa saga, com uma belíssima arte. É o melhor da revista.

Classificação

2,0

• Outros artigos escritos por

.