Historia de Los Comics

Por Nobu Chinen
Data: 21 dezembro, 2005
MATERIAL IMPORTADO

 

Historia de Los ComicsEditora: Toutain – Livro teórico

Autores: Javier Coma (organizador).

Preço: Variável, dependendo do sebo (fora de catálogo)

Número de páginas: 1344, em quatro volumes.

Data de lançamento: 1984

Sinopse

Uma enciclopédia sobre quadrinhos publicada na Espanha, em quatro volumes.

Positivo/Negativo

Pode ser uma temeridade e soar um pouco pretensioso querer eleger um único título como sendo o melhor livro sobre quadrinhos de todos os tempos, até porque conhecer tudo o que já foi lançado no gênero é tarefa impossível. Mas, mesmo correndo o risco de cometer uma injustiça, a melhor expressão para definir esta obra é the best of the best.

Apesar de ter sido publicada em 1984, continua sendo uma referência, até hoje não superada e que mereceria uma nova edição ou, pelo menos, uma atualização. Originalmente, a coleção saiu em 48 fascículos semanais que compõem quatro volumes, num total de mais de 1.300 páginas recheadas de informações riquíssimas, fartamente ilustradas com imagens das séries comentadas e fotos dos autores. Tudo em papel de qualidade, impresso em cores e capa dura.

Cada volume é dedicado a uma fase ou categoria de quadrinhos. O primeiro, Los clásicos norteamericanos, trata da produção dos Estados Unidos, desde o fim do século XIX até 1950.

O segundo volume, La expansión internacional, mostra os quadrinhos da Europa e da América Latina até os anos 60. O número 3, USA, tiempos modernos, apresenta os quadrinhos norte-americanos da década de 1950 até os anos 80. E o quarto e último, Rumbos Contemporâneos, explora as novas tendências das HQs em termos globais até a época em que a obra foi publicada.

Além de abordar parte significativa de toda a produção mundial, os livros trazem reproduções de páginas das HQs mais importantes, inclusive alguns episódios completos, e entrevistas com diversos autores. A coleção foi coordenada pelo espanhol Javier Coma, jornalista e especialista no assunto, autor dos igualmente antológicos Spiritu de los Comics, Lenguaje de los Comics e Del Gato Fritz al Gato Felix.

Historia de Los Comics Volume 1Coma contou com colaboração dos maiores pesquisadores do mundo inteiro, verdadeiras feras como Ron Goulart, Michael Barrier, Richard Marschall, Maurice Horn e o brasileiro Álvaro de Moya, responsável pela parte referente aos quadrinhos nacionais.

Como bônus, as terceiras capas continham fichas biográficas dos principais autores e alguns fascículos traziam pôsteres como brindes. O mais interessante deles tinha formato gigante e era ilustrado com termos técnicos dos quadrinhos.

Em termos de comparação, existem outros trabalhos de vulto e de caráter enciclopédico como a World Encyclopedia of Comics, de Maurice Horn, da editora Chelsea, lançada em 1976 e reeditada e atualizada em 1998, e o Dictionnaire Mondial de la Bande Dessinée, de Patrick Gaumer e Claude Moliterni, editado em 1997 pela Larousse.

Numa linha próxima de Historia de los Comics havia outros livros que o precederam como aEnciclopedia dei Fumetti, de Gaetano Strazzula, editada em dois espessos volumes pelaSanzoni, que em 1970 já trazia análises de diversos personagens e muitas reproduções de HQs, e a Histoire Mondiale de la Bande Dessinée, outra obra coletiva, organizada por Claude Moliterni para a editora de Pierre Horay, em 1989, também escrita por especialistas de todo o mundo, inclusive o professor Álvaro de Moya.

Nenhuma dessas obras, porém, tem a abrangência e a profundidade da coleção espanhola.

Para se ter uma noção do quanto essas edições eram valorizadas, segue um relato pessoal deste resenhista. No fim da década de 1980, os fascículos foram distribuídos no Brasil e vendidos em algumas livrarias mas, aparentemente, nem todos os números chegaram por aqui. Consegui comprar 42 fascículos e 3 capas.

Apenas o primeiro volume estava completo, dos demais faltavam um ou outro fascículo. Durante mais de 15 anos procurei pelas livrarias especializadas os seis fascículos mais a capa que não tinha. Mantive-os sem encadernar, na esperança de obtê-los e completar a coleção. A editora espanhola chegou a responder uma carta (veja ao abaixo) dizendo que o item estava esgotado e que a saída seria aguardar uma possível reedição.

Carta da editora Toutain

Uma revista sobre quadrinhos chegou a divulgar que a coleção seria relançada, mas isso nunca se concretizou. Nem amigos que iam à Espanha ou à Argentina, países onde os fascículos também foram vendidos, os encontravam.

Até que, há três anos aproximadamente, numa busca na internet achei uma coleção completa e encadernada de Historia de los Comics. Nem perdi tempo fazendo a compra por via eletrônica. Liguei para o telefone do sebo virtual e pedi para reservar o item que iria pessoalmente retirá-lo.

Quando cheguei, um outro interessado também estava lá. Ele quis conhecer o “cara” que, por uma questão de apenas algumas horas, conseguiu fazer a reserva da coleção antes dele. Essa pessoa é o jornalista Rodrigo Arco e Flexa, que está defendendo mestrado com um trabalho sobre a Ebal, tem matérias sobre quadrinhos publicadas em vários veículos, inclusive a Playboy, e mais tarde me convidou a freqüentar o Núcleo de Pesquisa em Histórias em Quadrinhos da Escola de Comunicação e Artes da USP.

No fim, tamanha perseverança valeu a pena, pois Historia de los Comics é uma fonte de consulta inesgotável e uma leitura sempre muito agradável e informativa. Uma coleção abrangente, completa, admirável, enfim, única.

Classificação

5,0

• Outros artigos escritos por

.

.

.