Homem-Aranha # 100 – Abril – formatinho

Por Cassius Medauar
Data: 26 julho, 2004

Homem-Aranha # 100Editora: Editora Abril – Revista mensal

Autores: Jim Shooter, David Micheline e James C. Owsley (roteiros) e Paul Ryan e Alan C. Kuppemberg (desenhos).

Preço na época: Cr$ 700,00 (Preço da época)

Número de páginas: 96

Data de lançamento: Outubro de 1991

Sinopse

Edição histórica da Abril, que planejou bem e aproveitou o número 100 da edição nacional para publicar o casamento e a lua-de-mel do Homem-Aranha, além de colocar nas páginas que sobraram, recordatórios dos principais personagens secundários e o que ocorreu com eles nos últimos anos!

A primeira história é a dos momentos que antecedem o casamento e do evento propriamente dito, as dúvidas dos noivos em relação a tomar mesmo ou não esta decisão importantíssima, a força dada por amigos e parentes e, claro, homens implorando para que a bela Mary Jane não se comprometesse!

E a história que complementa a edição mostra a lua-de-mel dos pombinhos numa pequena vila na França! Lá, as dúvidas quanto ao casamento ainda permanecem na cabeça do inseguro Parker e, pra piorar, acaba se encontrando novamente com o Puma, que faz a ele uma oferta tentadora!

Positivo/Negativo

É bom reler histórias antigas depois de muito tempo por vários motivos. Podemos matar saudades, ver como a parte gráfica dos quadrinhos evoluiu, comprovar que os heróis tinham tramas um pouco melhores no passado e perceber que as raízes da separação de Peter e Mary Jane talvez já estivessem plantadas desde o começo!

A trama do casamento do Aranha é razoável, e começa mostrando um Peter cheio de dúvidas e dívidas! Logo de cara, ele enfrenta o Electro e depois vários pés-de-chinelo, sempre tirando fotos pra tentar ganhar uma grana extra pra poder ajudar a pagar algumas coisas do casório!

Já a noiva recebe várias propostas de trabalho, muitas das quais não pode aceitar por causa do matrimônio, e outras pessoais, como a de um milionário que oferece desde uma viagem a Paris até uma Ferrari para que a modelo abandone o noivo e fique com ele!

No final, os dois acabam se casando, como todos sabemos, mas ao ler a história dá pra perceber que nenhum deles tinha certeza do que fazer! Peter achava que não conseguiria dar uma vida descente à noiva, além dos riscos de um vilão atacá-la, e Mary Jane não sabia se conseguiria desistir da vida glamourosa que levava.

E estes problemas continuam na lua-de-mel, quando Peter passa quase o tempo todo se imaginando inferior e não merecedor da esposa que tem! Claro que tudo muda quando ele põe o uniforme e parece se transformar em outro homem, superando a tudo e a todos pra salvar pessoas e conseguir o que quer!

O interessante desta história é que há uma boa ação do Aranha e Parker mostra seu lado genial, ao criar fluido de teia com o que tem à mão! E após se superar novamente ao se fantasiar, ele ganha confiança e o casamento parece engrenar! Infelizmente, todos sabem o que aconteceu no futuro…

O que impressiona negativamente é a baixa qualidade gráfica da época! Não dá nem pra comparar com as revistas atuais e fica difícil imaginar há quem defenda a volta dos formatinhos! Claro que as gráficas e o papel melhoraram bastante, mas ainda assim dá pra ver a perda havia com a diminuição do tamanho dos desenhos.

Classificação

3,5

• Outros artigos escritos por

.