HULK CONTRA O MUNDO # 5

Por Zé Oliboni
Data: 26 outubro, 2009


Autores: Greg Pak (roteiro) e John Romita Jr. (desenhos) – HQ originalmente
publicada em World War Hulk # 4
Preço: R$ 5,90

Número de páginas: 48

Data de lançamento: Setembro de 2008

Sinopse: Hulk encara o Dr. Estranho, que está canalizando o demônio Zom.

Depois, em uma arena montada no meio de Nova York, o Gigante Esmeralda força o Sr. Fantástico, o Homem de Ferro, Dr. Estranho e Raio Negro a enfrentarem criaturas de Sakkar e, em seguida, lutarem até a morte entre si.

Positivo/Negativo: Tendo em mente que a proposta de Hulk contra o mundo é simplesmente pancadaria entre super-heróis e selvageria, esta edição está acima da média.

Greg Pak quase não tentou contar história alguma nesta edição. Por isso, graças à arte bem feita de Romita Jr., as lutas empolgam o suficiente para a leitura ser rápida e divertida.

Os poucos momentos com história são os diálogos do presidente tentando entender a situação, a breve conversa do Hulk com Rick Jones e quando o Gigante Esmeralda explica o que passou quando chegou a Sakkar, para justificar o que acontecerá com os quatro Illuminatti que o enviaram para lá.

O único bom momento da trama é quando algumas pessoas fazem acusações contra Raio Negro, Stark, Richards e Estranho e depois o Hulk fala para eles: “Não é justo. Não é a história inteira (…) Agora vocês sabem como é.”.

Nas lutas, vale ver os quatro bem enfraquecidos se pegando quase até a morte.

Mas a edição realmente não tem conteúdo algum – e isso é preocupante! O próximo número é o último e boa parte dele será ocupado com a luta do Hulk com o Sentinela.

Até aqui, a minissérie se mostrou uma trama subdesenvolvida. Greg Pak apenas enrolou e chateou o leitor. Agora, perto do fim, não deixa nem indícios de como terminará sua Guerra contra o mundo, apenas um gancho para mais lutas.

A minissérie é divertida em alguns momentos? Sim, em vários. Principalmente por causa da arte. Porém, sem uma trama para justificar isso, vira uma colagem gratuita de imagens que, como um todo, não se pode dizer que formam uma história em quadrinhos.

 

Classificação:

4,0

• Outros artigos escritos por

.

.

.