JUSTIÇA # 2

Por Mário César
Data: 1 dezembro, 2007


Título: JUSTIÇA # 2 (Panini
Comics
) – Minissérie em 12 edições

Autores: Alex Ross e Jim Krueger (argumento), Jim Krueger (roteiro) e Doug Braithwaite e Alex Ross (arte).

Preço: R$ 4,90

Número de páginas: 40

Data de lançamento: Abril de 2007

Sinopse: O Charada tenta roubar informações do computador de Batman. Enquanto isso, o paradeiro de Aquaman permanece desconhecido e alguns vilões começam a usar seus poderes com um inesperado propósito: o altruísmo.

Positivo/Negativo: O embate entre o Batman e o Charada (com um belíssimo visual, diga-se de passagem) ocupa quase toda a edição. Assim, trama evolui pouco. O roteiro só melhora quando são lançadas algumas boas idéias, como o inusitado altruísmo dos vilões.

Apesar de todo mundo saber que por trás dessa bondade repentina há alguma intenção obscura, não deixa de ser divertido vê-los usando suas habilidades para curar paralisia, resolver problemas de seca e alimentar os pobres.

Já outras sacadas, como o Flash aprender uma nova língua em questão de segundos ou Batman e Charada lutarem em uma boate cheia de gente fantasiada chamada Batcaverna, podem desagradar os leitores mais céticos, apesar de se encaixarem perfeitamente dentro da abordagem da minissérie.

A arte continua deslumbrante, especialmente por conta da pintura de Alex Ross. Os desenhos de Braithwaite são muito competentes, mas ele derrapa em algumas poses um pouco duras, como a do Super Homem observando a Terra do espaço. Ainda falta a ele um toque de classe presente no traço do próprio Ross.

No fim das contas, o segundo número não empolga tanto quanto a promissora estréia. Pelo menos, o tenso desfecho, no qual o Aquaman é colocado em uma situação nada amistosa, mantém o interesse pelo desenvolvimento da trama.

Classificação:

4,0

• Outros artigos escritos por

.

.

.