LOBO SOLITÁRIO # 14

Por Eduardo Nasi
Data: 1 dezembro, 2006


Título: LOBO SOLITÁRIO # 14 (Panini
Comics
) – Revista mensal
Autores: Kazuo Koike (roteiro) e Goseki Kojima (desenhos)

Preço: R$ 12,90

Número de páginas: 320

Data de lançamento: Fevereiro de 2006

Sinopse: Em Dias de Chuva – Daigoro torna-se o melhor amigo de um sensei condenado à morte por ajudar seu povo.

O Mensageiro – Um mensageiro do governo é tão voltado para seu trabalho que não dá bola para a mulher e não se dispõe a batizar o próprio filho natimorto.

As Estradas para Tsukushi (em duas partes) – O líder dos Kuroda tenta matar Lobo Solitário para conseguir mais poder.

O Dia de Expurgar Demônios – O shuumon aratame (controle de seitas) persegue e captura um grupo de cristãos. E Daigoro está no meio deles.

Positivo/Negativo: As Estradas para Tsukushi é bastante importante para se entender o papel de um poderoso matador no Japão. A rixa entre o Lobo Solitário e os Yagyu deixa de ser um assunto entre o clã e o ronin; e ganha contornos políticos maiores.

A trama começa com assassinos misteriosos, mas Itto Ogami acaba se revelando como peça de um joguete entre os Yagyu e outra família poderosa da época, os Kuroda. Na batalha pelo poder no Japão, tanto o samurai quanto o fuukaijô dos Yagyu se convertem em trunfos para uma trama maior.

A forma como o Lobo Solitário enfrenta o problema põe em evidência, de novo, uma das armas mais poderosas do protagonista do mangá. Não é uma espada nem uma lança, e sim a honradez com que lida com qualquer questão. Ao seguir as regras severas do Japão da época, Itto Ogami invariavelmente ganha diversas batalhas sem usar arma nenhuma.

Dia de Expurgar Demônios também é uma grande história. E é um exemplo do belo trabalho de edição que Elza Keiko tem feito no mangá. Não fosse a introdução, que revela a situação do cristianismo na época, e as notas, a compreensão ficaria comprometida.

O próprio Glossário, publicado ao final das edições, permite que se mantenha algumas palavras e expressões que são mais ricas em japonês na língua original – ampliando o significado das falas e garantindo a manutenção da ambiência original nas histórias.

Infelizmente, neste volume, as Notas por Página, publicadas junto ao sempre bem-vindo Glossário, há uma pequena confusão. A nota que corresponde à imagem da página 85 está indicada como sendo da página 88. E a nota da página 239 está fora de ordem. Nada grave.

 

Classificação:

4,0

• Outros artigos escritos por

.

.

.