MÁGICO VENTO # 55

Por Toni Rodrigues
Data: 1 dezembro, 2007


Título: MÁGICO VENTO # 55 (Mythos
Editora
) – Revista mensal

Autores: Gianfranco Manfredi (texto) e Pasquale Frisenda (desenhos).

Preço: R$ 6,90

Número de páginas: 96

Data de lançamento: Janeiro de 2007

Sinopse: O amor e o sangue – Mágico Vento ajuda um desertor da cavalaria que procura por seu amor desaparecido, enquanto em Washington seu amigo Poe tenta descobrir o que há de oculto no comportamento dos militares de alta patente que cercam o presidente, mesmo que, para isso, precise se jogar nos braços de uma bela e sensual criada.

Positivo/Negativo: Como todos os meses, uma das melhores revistas nas bancas do Brasil. Escrita brilhantemente, com uma pesquisa de época apurada e com excelentes desenhos.

Aliás, é muito raro aparecer um roteiro fraco nesta série. Os desenhistas, às vezes, são “apenas” bons, mas na maioria das vezes são excelentes, como Pasquale Frisenda, outro ás bonelliano.

Nesta história, um dos personagens principais é uma saloon-girl. Nos filmes é comum ver essas garotas como as mocinhas bonitas, amigas do caubói. Mas a realidade de suas vidas era bem menos romântica.

Todas as saloon-girl se prostituíam, além de dançar e cantar, quando tinham talento para tanto. Às vezes, exerciam a mais antiga das profissões de forma velada, mas não era incomum nos saloons do oeste que se encontrasse as moças já em roupas íntimas, esperando por um par que lhes pagasse uma bebida antes de negociarem seus serviços.

Muitas delas já chegavam ao saloon como fugitivas de uma vida miserável nos ranchos, outras fugindo de maridos que as maltratavam ou com os quais não viam qualquer futuro.

A vida nos saloons não era agradável para elas, mas muitas vezes era sua única saída. Claro que, como ocorre até hoje, algumas conseguiram escapar dessa vida, geralmente se casando com homens ricos e tolos o bastante para se interessarem por uma delas, como Manfredi mostra nesta história.

Classificação:

4,0

• Outros artigos escritos por

.

.

.