MÁGICO VENTO # 59

Por Toni Rodrigues
Data: 1 dezembro, 2007


Título: MÁGICO VENTO # 59 (Mythos
Editora
) – Revista mensal

Autores: Gianfranco Manfredi (texto) e Giez (desenhos).

Preço: R$ 6,90

Número de páginas: 96

Data de lançamento: Maio de 2007

Sinopse: Nada é o que parece numa expedição de socorro a um forte
assolado por um surto de cólera.

Cabe a Mágico Vento, Poe e Dick Carr elucidar o mistério que envolve uma
tribo em pé de guerra, um grupo de bandidos sanguinários e oficiais renegados
da cavalaria.

Positivo/Negativo: Demorou, mas chegou. Infelizmente. Este é um
número de Mágico Vento beeeeem abaixo da média.

O texto é, segundo o próprio Manfredi, “inspirado” num filme de 1974 estrelado
por Charles Bronson, O Trem do Inferno. Mesmo para quem nunca assistiu
ao longa-metragem, a história é comum e previsível, tanto que parece mais
uma aventura de Tex.

Muitas vezes, uma trama ruim pode ser salva por bons diálogos e pela caracterização
dos personagens, mas este também não é o caso aqui.

Os desenhos são de Carlo Bellagamba, que assina Giez, que pela segunda
vez assina uma história de Mágico Vento – a primeira foi o número
#
29
, cuja trama era melhor.

O traço de Giez é apenas passável, conta a história, mas não é, nem de
longe, comparável aos dos artistas regulares da série, como Frisenda,
José Ortiz e Ivo Milazzo, entre outros bem melhores do que ele.

Suas figuras são bonecos desenhados sem nenhuma expressão facial, daqueles
que falam com a boca fechada. Seu trabalho de luz e sombra é bem amador
também.

No conjunto, trata-se de uma história mais ou menos com desenhos idem.
Uma pena, pois quebra a impressionante seqüência de boas edições
deste título.

Classificação:

4,0

• Outros artigos escritos por

.

.

.