MAGICO VENTO # 63

Por Toni Rodrigues
Data: 1 dezembro, 2007


Título: MAGICO VENTO # 63 (Mythos
Editora
) – Revista mensal

Autores: Gianfranco Manfredi (texto) e Bruno Ramella (desenhos).

Preço: R$ 6,90

Número de páginas: 96

Data de lançamento: Setembro de 2007

Sinopse: O bando dos inocentes – Seguindo o rastro de ladrões de cavalos, Mágico Vento chega a Bannack, no estado de Montana, um local real, cenário de um horrível massacre.

Lá, ele se envolve com a bela e valente Venus Keller, uma rancheira que luta para manter sua família unida depois da morte misteriosa de seu marido.

Positivo/Negativo: Esta é uma daquelas histórias em que se poderia facilmente trocar o personagem principal por qualquer outro, mudando pouca coisa.

Se no lugar de Mágico Vento estivesse Tex, a trama provavelmente não terminaria na cama, mas de resto seria a mesma.

Se fosse Zagor, se passaria no pântano, de resto seria igual.

Se fosse do Jonah Hex, do Cisco Kid, do Kid Colt, enfim, de qualquer caubói dos quadrinhos, seria a mesma, com pequenas nuances de interpretação de cada personagem.

Isso porque a história segue uma fórmula bem batida, previsível, que nem parece escrita pelo ótimo Manfredi. Não chega a ser ruim, mas está muito longe da qualidade característica desta série.

Se pelo menos fosse desenhada por um dos melhores artistas de Mágico Vento, como Ivo Milazzo, José Ortiz ou Goran Parlov, ainda escaparia, mas Bruno Ramella, se não é ruim, nunca empolga. É, no máximo, correto.

Considerando a alta qualidade que sempre se espera de novo número de Mágico Vento, este decepciona. Uma pena.

Classificação:

4,0

• Outros artigos escritos por

.

.

.