MARTIN MYSTÈRE # 34

Por Rodrigo Emanoel Fernandes
Data: 1 dezembro, 2005


Título: MARTIN MYSTÈRE # 34 (Mythos
Editora
) – Revista mensal
Autores: Alfredo Castelli (roteiro) e Gaetano e Gaspare Cassaro (desenhos).

Preço: R$ 6,50

Número de páginas: 96

Data de lançamento: Maio de 2005

Sinopse: A Fonte da Juventude – Um misterioso chantagista é encontrado morto na sala de estar do Detetive do Impossível, o que leva Martin, Java e Diana a reencontrarem um velho amigo que julgavam morto em alguma parte do pântano das Everglades.

É apenas o início de uma complicada trama envolvendo assassinatos, uma inesperada viagem ao Japão e o retorno de Sergej Orloff.

Positivo/Negativo: Uma deliciosa aventura de Martin Mystère, como há muito tempo não se via (ao menos esta primeira parte).

No entanto, deve ser feita uma ressalva logo de início: extremamente infeliz a idéia de alterar o título original do episódio, Viaggio nel Futuro (literalmente, Viagem ao Futuro), para A Fonte da Juventude! Teria sido uma tentativa de atrair público valendo-se de uma temática clássica?

Se for o caso, o leitor ficará decepcionado, pois tudo o que se refere à fonte da juventude na história está somente nos flashbacks, já que o episódio em que Martin Mystère realmente procura a fonte da vida foi publicado no Brasil em 1987, nos números 7, 8 e 9 da série da Editora Globo, com o título O Homem que Descobriu a Europa.

A presente história é apenas uma retomada de pontas soltas da aventura original e sua temática. Como se verá, é completamente diferente.

Apesar de ser uma mancada grave, essa confusão de títulos não prejudica, felizmente, o prazer da leitura. Na verdade, sendo justo, a Mythos, gradualmente, tem respondido as críticas dos leitores e melhorado muito os aspectos editoriais da publicação. Nos últimos meses, tem se esforçado para fechar os buracos cronológicos presentes desde os tempos da Editora Record.

Após Viaggio nel Futuro resta apenas mais uma história inédita, La Morsa Bianca, para fechar uma seqüência que vai desde o número 1 até o 64 italianos, incluindo os três primeiros Martin Mystère Special que, no Brasil, foram publicados nos números 10, 11 e 12 da Record.

Além disso, numa edição repleta de citações de episódios antigos, a Mythos conseguiu elaborar todas as referências em notas de rodapé corretamente. Claro, ficou faltando um texto ou nota situando os leitores de primeira viagem em relação à cronologia, mas os inúmeros flashbacks reproduzindo seqüências inteiras de O Homem que Descobriu a Europa amenizam bastante o problema.

Mas a festa é, principalmente, para os fãs antigos que se deliciam com o relato de Von Hansen a respeito do que realmente aconteceu após o final da busca pela fonte da vida, revelando detalhes insuspeitados e divertidíssimos que tornam a releitura da aventura original uma experiência renovada.

Não serão poucos os que, diante da verdade a respeito do rejuvenescimento do cínico professor Von Hansen, se colocarão a gritar “Umpá” de modo desvairado, como certamente Martin teve vontade de fazer.

Obviamente, os fãs antigos já perceberam que a descoberta de um corpo aparentemente morto por um ataque cardíaco é um sinal evidente de que Sergej Orloff estará de volta na próxima edição.

Será sua terceira aparição na série, cronologicamente falando. A primeira foi em A Vingança de Rá (MM # 2 e # 3, Globo, e MM # 1, Record) e a segunda em A Espada do Rei Artur (MM # 3 Record), sem contar um flashback em A Cidade das Sombras Diáfanas (MM # 4, Record).

O que mais se pode dizer dessa história? Continuação de uma das melhores aventuras publicadas pela Globo, com novas informações sobre a guerra de Atlântida e Mu, participação do velho professor Vincent Von Hansen e do arquivilão Sergej Orloff, texto de Alfredo Castelli e desenhos de Gaetano e Gaspare Cassaro.

Com todos esses ingredientes, não admira que esta tenha sido uma das edições mais promissoras publicadas pela Mythos e a indefectível chamada “conclui no próximo número” tenha sido particularmente exasperante. Que venha o número 35 e muitos mais…

 

Classificação:

4,0

• Outros artigos escritos por

.

.

.