MARVEL MILLENNIUM – HOMEM-ARANHA # 34

Por Zé Oliboni
Data: 1 dezembro, 2004


Autores: Homem-Aranha – Brian Michael Bendis (roteiro) e
Mark Bagley (desenhos);

X-Men – Brian Michael Bendis (roteiro) e David Finch (desenhos);

O Sexteto – Brian Michael Bendis (roteiro) e Trevor Hairsine (desenhos).

Preço: R$ 6,50

Número de páginas: 96

Data de lançamento: Outubro 2004

Sinopse: Homem-Aranha – Todos estão com o Rei do Crime e
contra o Aranha; e é hora do acerto de contas.

X-Men – Wolverine cansou de ser caçado e vai atrás de seus caçadores.

O Sexteto – Cinco super criminosos com problemas mentais. Quem
pode segura-los?

Positivo/Negativo: Não há como negar,Marvel Millennium – Homem-Aranha
# 34
é a melhor revista mensal da Panini em outubro. A arte
está excelente em toda a edição. São desenhos consistentes, bem feitos
e perfeitos para os roteiros de Bendis.

O Rei do Crime sempre foi um inimigo muito bom em Demolidor, com
sua eterna disputa com o herói e sua honra distorcida, que o levou a ser
derrotado inúmeras vezes. E ele tem repetido dose com o Homem-Aranha.

As cenas em que os dois estão sentados à mesma mesa de jantar separados
por um vidro inquebrável são simplesmente fabulosas. Outra coisa interessante
é ver Jameson se dar mal a ponto de dar o braço a torcer, agradecer o
Aranha, se desculpar com Peter e fazer um jornalismo sério. No universo
normal, apesar de várias vezes ele ter demonstrado que gosta de Parker,
nunca foi tão humilhado e jamais teve uma atitude tão decente.

É incrível como Bendis consegue escrever histórias ingênuas de um heroísmo
puro em Homem-Aranha e como mostra um mundo pervertido, preconceituoso
e cheio de conspirações e jogos de poder em X-Men.

Em O Sexteto, que até o momento é um Quinteto, destaque para esta
história, que tem a única função dar andamento à trama, mantendo o mistério
sobre a insanidade de Osborn, que o leva a acreditar que Peter Parker
é seu filho.

Classificação:

4,0

• Outros artigos escritos por

.

.

.