Monster # 18

Por Rodrigo A. Machado
Data: 22 maio, 2015

Monster # 18Editora: Panini Comics – Revista bimestral

Autor: Naoki Urasawa (roteiro e arte).

Preço: R$ 11,90

Número de páginas: 256

Data de lançamento: Abril de 2015

Sinopse

Como fazer uma pessoa verdadeira se tornar um personagem fictício? Sim, é possível. Para isso, deverão ser eliminados todos que a conhecem e sabem sobre seu passado. Esse suicídio completo, essa carnificina, poderá acontecer na cidade de Ruheinheim, onde vive Franz Bonaparta, conhecido como Klaus Poppe.

Mas Grimmer e o Inspetor Lunge já estão na cidade para tentar impedir a chacina e proteger os moradores desse lugar pacato.

Doutor Tenma também consegue chegar a Ruheinheim, seguindo as pistas para encontrar Klaus Poppe. E isso poderá ajudá-lo a encontrar Johan para eliminá-lo e, assim, resolver o “erro” que causou ao salvar a vida dele, quando levou um tiro na cabeça, anos antes.

Nina, acompanhada do Doutor Gillen, tenta chegar à cidade para encontrar Tenma, ainda juntando as peças de sua memória perdida.

Enfim, o desfecho de Monster!

Positivo/Negativo

Depois de aguardar por alguns anos, pois Monster fora cancelado pela Conrad em 2008, e a Panini republicou o material desde o início, finalmente o grand finale dessa incrível história está disponível para todos os brasileiros. E a espera valeu!

O roteiro da série, desde o início, foi empolgante. E neste final é ainda melhor. Difícil tirar os olhos da revista antes da página final.

Urasawa finaliza a obra em grande estilo. Monster tem diversos personagens secundários com histórias dignas de protagonistas, que certamente renderiam um mangá à parte. E o autor dá um desfecho para cada um deles, com impacto na trama principal.

A forma como o autor tratou o personagem principal, o médico Doutor Tenma, deixa tudo mais incrível ainda. Afinal, apesar de todas as coisas ruins que lhe aconteceram, por causa de Johan, ele, mais uma vez, mostra seu caráter.

Claro que isso aconteceu também por influência de outros coadjuvantes, como Nina, neste último volume, no momento crucial. Mas isso manteve a essência de Tenma.

Grimmer, um dos personagens mais interessantes de Monster, é o foco da cena mais emocionante desta edição, ao falando por ele e pela vida de tantas outras crianças que passaram pela experiência no orfanato Kinderheim 511. Despejando seus sentimentos diretamente ao responsável pelas experiências vividas por aquelas pessoas.

Assim como Grimmer, o Inspetor Lunge tem um desfecho que contribui para o ótimo final da série. Justo, pois ele teve grande importância desde o início do mangá.

Os desenhos de Urasawa transmitem toda emoção por meio das expressões dos personagens, e ambientam o leitor em cada quadro, em cada situação.

Monster vai deixar saudade. Nem sempre uma série tem um desfecho convincente, mas não é o caso deste mangá. O leitor pode até ficar triste por não acompanhar mais a série, mas feliz pela experiência que foi “devorar” esses 18 volumes.

Enfim, Monster é leitura obrigatória para todo fã de quadrinhos. Mais ainda: é excelente para atrair leitores que não estejam habituados à arte sequencial.

Classificação

5,0

• Outros artigos escritos por

Assuntos Relacionados

.

  • Samuel Bono

    Quem puder, sério, compre. Olha, sacar de narrativa em Hqs, é para poucos. Mas colocar de forma tão bem feita, suspense, e deixar quem tá lendo “tenso” junto com o personagem, é ainda mais complicado. Indico para todos que amam boas tramas e uma história muito em contada.