O CAVALEIRO DAS TREVAS 2 # 2

Por Zé Oliboni
Data: 1 dezembro, 2005


Título: O CAVALEIRO DAS TREVAS 2 # 2 (Abril)
– Minissérie em três edições mensais
Autores: Frank Miller (roteiro e arte) e Lynn Varley (cores).

Preço: R$ 6,50

Número de páginas: 80

Data de lançamento: Março de 2002

Sinopse: A série continua apresentando os personagens da DC no futuro sombrio criado por Frank Miller em O Cavaleiro das Trevas.

Positivo/Negativo: Como ocorreu no número anterior, Frank Miller se distancia completamente da sua obra original nesta edição. Ele optou por valorizar mais a arte, criando diversos painéis e uma seqüência de sete páginas completamente silenciosas, o que não acontecia na versão original, carregada de textos.

Infelizmente, seguir essa tendência foi um dos fatores que derrubou a qualidade da obra. A quadrinização de Miller continua mantendo uma grande força, é elaborada de forma a “falar” mais que o próprio texto, mas a qualidade da arte posta em destaque é muito inferior à que os leitores se acostumaram.

O desenho é descuidado, sujo, muito próximo da caricatura, aumentando desproporcionalmente as partes que interessam ser destaque em cada momento. As melhores cenas são alguns painéis e as poucas feitas só com sombras.

A cor atrapalha demais a revista. O psicodelismo, a mudança de estilos e o abuso de técnicas digitais sem estabelecer um padrão depreciaram mais ainda a arte.

Tirando isso, a história é interessante, resgata diversos personagens e mostra o que aconteceu para o mundo ficar sem heróis. Batman continua formando seu exército de ex-membros da Liga da Justiça, enquanto o Superman, a Mulher-Maravilha, a filha do casal e o Capitão Marvel tentam impedir um ataque de Brainiac à Terra.

O final deste número é seu ponto alto, quando Batman se revela ao público e, se aproveitando de um modismo recente de alguns super-heróis, tira sua máscara e com o punho cerrado no ar grita : “Crianças, vistam seus colantes e vamos acabar com eles”.

 

Classificação:

4,0

• Outros artigos escritos por

.

.

.