O Mundo Sombrio de Zé

Por Henrique Serrão
Data: 27 março, 2020

O mundo sombrio do ZéEditora: Independente – Edição especial

Autores: Eurico Santos (roteiro) e Rafael San (desenhos).

Preço: R$ 20,00

Número de páginas: 32

Data de lançamento: Setembro de 2019

Sinopse

Uma garota peculiar em busca de rotas alternativas para encontrar seu lugar numa sociedade monótona. Duas criaturas excêntricas e sombrias em uma misteriosa missão. O que poderão ter em comum esses personagens incomuns?

A edição marca o inicio das aventuras da audaciosa Malvina, o divertido Néptis e o extravagante Zé pelas rotas mais imprevisíveis do submundo.

Positivo/Negativo

O mundo sombrio de Zé é um promissor quadrinho, lançado de forma independente pelos pernambucanos Eurico Santos e Rafael Sam, por meio de um financiamento coletivo na plataforma Catarse – a campanha foi concluída em setembro de 2019.

As primeiras páginas introduzem o ponto de vista da protagonista sobre a sociedade em que vive, e fica quase impossível para o leitor não estabelecer paralelos com a realidade, seja no aspecto escolar, familiar ou social.

O roteiro insere o conceito sobrenatural de maneira bastante astuta, traçando uma linha entre o real e o fantástico.

Os personagens, não entrando em tantos detalhes, para evitar spoilers, são carismáticos e apresentam um humor nonsense, com uma interação bem breve entre eles.

O ponto alto da obra é a arte. Com influências que lembram muito os filmes de Tim Burton, a temática gótica está muito presente nas páginas. O cinza quase predomina na HQ.

Além disso, os traços conseguem dosar bem o aspecto sombrio e a inocência, com expressões marcantes e caricatas dos personagens.

No final da edição é mostrado como foi o processo de criação, o passo a passo de uma página e um breve histórico dos autores, além dos nomes dos apoiadores da campanha.

A edição é caprichada, com um bom papel. O único senão é o número de páginas, que, de certo modo, obriga o roteiro a caminhar rápido demais, mesmo deixando aquele gosto de “quero mais”.

O Mundo Sombrio de Zé é mais uma boa HQ independente nacional, que num primeiro momento atrai pela arte, mas mostra um roteiro promissor, que é um ótimo passo inicial para um mundo bem peculiar.

Classificação:

4,0

• Outros artigos escritos por

.

.

.