OS PODEROSOS VINGADORES # 14

Por Zé Oliboni
Data: 1 dezembro, 2005


Título: OS PODEROSOS VINGADORES # 14 (Panini
Comics
) – Revista mensal
Autores: Os Poderosos Vingadores – Geoff Johns (roteiro) e Oliver Coipel (desenhos);

Thor – Dan Jurgens (roteiro) e Ben e Ray Lai(Arte);

Thor – Dan Jurgens (roteiro) e Paco Medina (desenhos).

Preço: R$ 6,90

Número de páginas: 96

Data de lançamento: Março de 2005

Sinopse: Os Poderosos Vingadores – O maiores heróis da terra tentam encontrar a cura e a causa da terrível Zona Vermelha.

E em thor, duas parábolas sobre como a presença de Asgard na Terra tem afetado as pessoas.

Positivo/Negativo: Novamente, a revista traz duas histórias e meia de Poderosos Vingadores. E, como era esperado, os créditos da meia aventura da edição anterior saíram nesta.

Nessas histórias, Johns colocou a maior parte das cartas na mesa. O autor fez um brilhante retorno para um vilão clássico, dando a ele uma visão bem interessante. Além disso, continua trabalhando cada vingador de individualmente. Apesar de estar sendo um pouco lento com a trama, agora as coisas parecem tomar uma certa forma.

O desenho de Coipel é interessante. Caracterizou bem os personagens, trabalhou um novo visual, tem feito páginas de impacto, mas judia um pouco do Valete de Copas. Observando o herói por toda a revista, você o verá em movimentos e posições um tanto estranhas e seus sentimentos expressados no estilo mangá.

A duas histórias de Thor estão surpreendentemente boas. Apesar de Jurgens continuar batendo numa tecla que já deveria ter cansado há muitas edições, ele conseguiu fazer as duas melhores tramas desde que Asgard veio para Terra.

As narrativas bem amarradas da primeira edição e a ótima história de pescador da segunda tiveram a melhor carga emocional e ponto de vista de todo o arco. Mas é fato que já passou da hora dessas aventuras acabarem, ou nem roteiros tão bons quanto os desta edição sobreviverão a monotonia.

Os desenhistas têm estilos diferentes, mas ambos agradáveis e adequados às histórias. Ben e Ray Lai fazem uma arte mais tradicional e Paco Medina segue uma linha moderna, com influência dos mangás.

Em geral, houve uma grande evolução em Poderosos Vingadores em relação ao que se viu nos últimos meses, mas a revista está longe de ser uma das melhores publicadas no Brasil.

 

Classificação:

4,0

• Outros artigos escritos por

.

.

.