Os Vingadores # 109

Por Marcelo Alexandre Pacheco
Data: 1 março, 2013

Os Vingadores # 109Editora: Panini Comics – Revista mensal

Autores: Os Novos Vingadores (The New Avengers # 21) – Brian Michael Bendis (roteiro) e Mike Deodato (arte);

Os Novos Vingadores versus As Autoridades (The New Avengers # 22) – Brian Michael Bendis (roteiro), Mike Deodato (ilustrações) e Rain Beredo (cores); Os Vingadores (Avengers # 22) – Brian Michael Bendis (roteiro), Renato Guedes (desenhos) e José Wilson Magalhães (arte-final).

Preço: R$ 6,50

Número de páginas: 64

Data de lançamento: Fevereiro de 2013

Sinopse

Os Novos Vingadores – Novos Vingadores x Ragnarok: quem leva a melhor?

Os Novos Vingadores versus As Autoridades – As manipulações de Norman Osborn dão resultado e agentes do governo entram em cena.

Os Vingadores – Norman Osborn manipula a imprensa também contra a outra equipe dos Vingadores. E o que aconteceu com os maiores heróis do mundo?

Positivo/Negativo

A aventura com os Novos Vingadores mostra a continuação do retorno de Norman Osborn e seus Novos Vingadores Sombrios.

Após os combates da edição anterior, os heróis tentam uma fuga, mas encaram Ragnarok, o clone do Thor. E, posteriormente, enfrentam agentes do governo e a opinião pública, que, manipulada por Norman, acredita que os Vingadores são a fonte de vários problemas.

Bendis soube dosar a emoção das lutas (diga-se de passagem, o combate entre os Novos Vingadores e Ragnarok é bastante violento) com momentos mais calmos, nos quais os vilões observam o combate.

Ao final da segunda história, começa uma reviravolta que continuará na próxima edição.

A arte de Mike Deodato segue espetacular, com um excelente uso das sombras e referências fotográficas para o líder dos Novos Vingadores Sombrios.

Se muitas vezes os roteiros de Brian Michael Bendis são arrastados, lentos, não é o que se vê nesta revista, em que ele imprime um bom ritmo à narrativa.

Além disso, Bendis deixa mistérios a serem resolvidos, e utiliza um contexto mais político também. O roteirista amarrou bem as tramas das duas equipes, tornando a vida dos heróis bem complicada.

E, de quebra, mostrou como a mídia pode ser enganada e induzir parte da população ao erro.

Classificação

4,0

• Outros artigos escritos por

.

.

.