Paradise too!

Por Marcus Vinicius de Medeiros
Data: 24 outubro, 2014

Paradise too!Editora: Abstract Studios – Edição especial

Autor: Terry Moore (texto e arte).

Preço: US$ 2,75

Número de páginas: 24

Data de lançamento: 2000

Sinopse

Coletânea de tirinhas com temas e personagens variados, assinadas por Terry Moore.

Positivo/Negativo

O criativo Terry Moore iniciou em 1993 a publicação da série em quadrinhos Strangers in Paradise, centrada num triângulo amoroso complicado, uma trama de conspiração política e muitas confusões.

Por mais improvável que fosse, SiP acabou conquistando público e crítica, e logo se tornou um fenômenos dos quadrinhos independentes em preto e branco. O que pouca gente sabe é que Moore já havia trabalhado esses conceitos e personagens muito antes, em tirinhas diversas que permaneceram inéditas por anos, com exceção de algumas amostras aleatórias no título mensal.

Até que, em 2000, ele apresentou ao mundo este trabalho apreciável na coletânea Paradise Too!, que saiu por sua própria editora, a Abstract Studios. Trata-se de um grande presente para os fãs do autor, além de diversão garantida para quem busca uma leitura diferente. Vale ressaltar as qualidades da obra menos conhecida de um dos grandes nomes da nona arte, e mergulhar num mundo inteiramente novo.

A edição vem cheia de comentários e apresentações de personagens pelo artista, num clima bem amigável e informal. Moore sempre se destacou pela proximidade com os fãs, e aqui não é diferente.

Não há unidade temática em Paradise Too!, já que as tirinhas variam na época de produção e sobre o assunto que ele desejava abordar. Há desde os “animais divertidos” a situações do cotidiano, passando por monarcas de reinos distantes e até uma aparição especial de Superman e Lois Lane.

Interessante notar como o estilo e os interesses de Terry Moore evoluíram com o passar dos anos, mas o talento permaneceu inalterado. Sempre versátil, ele não tem dificuldade para provocar risos sinceros em seus leitores. Com traço dinâmico e expressivo, figuras enigmáticas ou familiares tomam forma e envolvem o público numa atmosfera de alegria contagiante.

Evidente que, para os fãs, é irresistível a chance de conhecer mais sobre as origens de Francine, Katchoo e David, o trio de protagonistas de Strangers in Paradise. Eles estão todos nas tirinhas, ainda que em versões preliminares e, em alguns casos, bem diferentes do modo como seriam consagrados.

David, por exemplo, teve a gênese em diversos personagens e situações distintas, mas que apontavam para o rapaz sensível e inteligente de outros tempos. Francine já aparecia mais próxima da mocinha problemática que cativou tantos leitores.

E o nome Katchoo aparecia com frequência, mas longe de caracterizar a irascível loira.

Assim, a edição vale como curiosidade única para quem seguiu Strangers in Paradise durante anos de sua jornada, mas não é indicada apenas aos devotos de carteirinha.

Moore é um autor de qualidades evidentes, que transita por gêneros e universos imaginários com destreza. Acompanhá-lo é um deleite.

Dentre os seus experimentos estão a investida em tirinhas sobre um estúdio cinematográfico em Hollywood,um coelho punk e até histórias de OVNIs. Fechando tudo, há um solitário urso polar se questionando sobre amor verdadeiro. Nada poderia ser mais eclético.

Mesmo que tenha escrito e desenhado séries de super-heróis e até especiais de Buffy – A Caça-vampiros, além de novos projetos autorais, Terry Moore sempre será mais conhecido e lembrado por Strangers in Paradise, que marcou época e teve impacto indelével no meio.

Por isso, conhecer seus primórdios é uma oportunidade de ouro. Ele até deu prosseguimento à apresentação das tirinhas, que nunca escondeu serem uma paixão quase escondida.

Paradise Too! é o tipo de publicação que mesmo o novato que nunca leu um gibi na vida tem tudo pra curtir. E apreciar a obra de um mestre é sempre uma atitude saudável.

Classificação

4,0

• Outros artigos escritos por

.