Planetes # 1

Por Rodrigo A. Machado
Data: 20 maio, 2016

Planetes # 1Editora: Panini Comics – Série bimestral em quatro volumes

Autor: Makoto Yukimura (roteiro e arte).

Preço: R$ 18,90

Número de páginas: 240

Data de lançamento: Maio de 2015

Sinopse

Ano de 2075. Os humanos já podem viver na Lua. Há até alguns que nasceram no satélite natural da Terra.

Porém, essa chegada ao espaço fez o lixo ao redor do planeta aumentar consideravelmente, o que pode causar danos irreparáveis às naves que entram e saem da Terra com destino à Lua.

Para manter o espaço limpo, surgiram os coletores de lixo espacial. Hachimaki é um astronauta que trabalha nesse ramo, mas tem objetivos, questionamentos e medos sobre a vida e o espaço.

Afinal, quais os problemas que ele e seus parceiros vivem no espaço?

Positivo/Negativo

Planetes pode ser considerado um mangá de ficção científica, por tratar de muitas coisas que os humanos esperam do espaço, como viver na Lua, por exemplo, ou a avançada tecnologia existente no universo em que a história se passa.

Mas também deve ser considerado um slice of life, sobre pessoas que vivem no espaço. Mais precisamente, sobre incríveis personagens que possuem uma profissão não tão bem vista entre os astronautas: coletores de lixo espacial.

O primeiro capítulo conta a história de Yuri (que não é o protagonista da série) e por que ele se tornou um coletor de lixo espacial. E já demonstra o diferencial da narrativa de Makoto Yukimura, começando com uma trama incrível, de um personagem secundário.

Aliás, o autor constrói um excelente elenco de personagens para constituir a série, pois cada um apresenta uma história particular interessante, enriquecendo a obra.

Ainda no primeiro capítulo, o leitor é apresentado ao protagonista, Hachimaki Hoshino, que é colega de trabalho de Yuri e Fee, a chefe. Ele quer juntar dinheiro e comprar sua própria nave. Enquanto isso, diversos acontecimentos ao redor dele e de seus amigos trazem discussões variadas.

Assim, são abordados assuntos que cabem no futuro em que a trama acontece, mas serviriam para qualquer época e lugar. Por exemplo: como as pessoas ficam debilitadas por viverem no espaço, o surgimento de novas doenças devido à exposição a baixa gravidade, a poluição dos seres humanos em qualquer lugar onde habitam, o surgimento de grupos terroristas e, como quase sempre acontece nos mangás, a superação de conflitos e dificuldades.

A arte de Makoto Yukimura é competente, mas os leitores que conhecem o trabalho do autor notarão sua evolução de Planetes para Vinland Saga – também publicado pela Panini.

É bom ver que um título tão diferente e bom chegar ao nosso mercado. Ainda mais com ótimo tratamento editorial: capa com detalhes envernizados, orelhas com descrição dos volumes e a palavra do autor, papel de boa qualidade, glossário e páginas coloridas no início da maioria dos capítulos.

Classificação

4,0

• Outros artigos escritos por

.

  • Willian Martins

    Eu queria ter comprado esse mangá pra ler, mas ele não veio pra banca, e não achei nenhum site vendendo.

    • Saia Jeans

      Hey, tem na Comix e no próprio site da Panini.

      • Willian Martins

        Quando eu estava muito interessado em comprar, não tinha o volume 1 no site da Panini, e nas lojas era picado também. Depois que fiz o comentário aqui resolvi ir no site da Panini checar novamente e agora tem todos os volumes lá e com frete grátis. Já fiz a compra, valeu.

        • Rodrigo A. Machado

          Excelente mangá, não vai se arrepender.

      • Cristiano Cruz

        Na Ligahq!

        • Saia Jeans

          Olhei lá, mas não tinham todas. Por isso, não citei.

  • Diego

    Esse é um dos melhores mangás que foram lançados nesses últimos anos aqui no Brasil. Tem um narrativa ótima, um roteiro tocante e uma aula de construção de personagens, tudo em uma história relativamente compacta. O Makoto Yukimura demonstra que desde o começo da carreira possui um belo talento para contar história e é um dos melhores autores da atual geração no Japão. Foi uma surpresa poder ter essa obra por aqui e espero que tanto Planetes quanto Vinland Saga se espalhem muito mais entre os leitores pois é um autor que merece um reconhecimento que parece não ter em âmbito internacional. Ótima escolha, Panini. Que continue assim.

  • kanta jr

    brasileira chega ser maior

  • Ricardo Rodriguez

    Não vi pra vender e quando soube do lançamento o mesmo já estava esgotado no próprio site da editora :(