Porco Pirata

Por Talita Grass
Data: 19 dezembro, 2019

Porco PirataEditora: Mino – Edição especial

Autor: João Azeitona (texto e arte).

Preço: R$ 52,00

Número de páginas: 72

Data de lançamento: Dezembro de 2017

Sinopse

Na costa africana, o grande Porco Pirata singra os mares com o seu destemido bando. Ao capturar Izzy, filha da grande bruxa Iaci, vê em sua prisioneira um passaporte para inúmeros tesouros e encantamentos da poderosa anciã.

Positivo/Negativo

Logo nas primeiras páginas de Porco Pirata, há uma referência ao clássico da literatura brasileira Macunaíma, do escritor Mário de Andrade. Nesse momento, ao citar o objeto chamado “muiraquitã”, o Capitão Porco ganha a simpatia do leitor. Afinal, com essa simples menção ao famoso artefato percebe-se a essência brasileira do protagonista.

O personagem antropomórfico desperta a curiosidade e é incrivelmente carismático. Não se sabe por que ele tornou-se um porco, só que seu grande objetivo é desfazer essa “maldição”. Por isso, parte em uma jornada na esperança de encontrar uma bruxa, chamada Iaci, que possa livrá-lo da aparência suína.

A obra não tem a pretensão de ser grandiosa ou se aprofundar nas camadas psicológicas do personagem. É uma aventura desde o início, e o autor deixa espaços ao construir a narrativa de forma bastante aberta.

A publicação funciona como uma apresentação do protagonista, de seu mundo e de todas as futuras possibilidades dentro deste universo ficcional. Porém, ao comprometer-se em apenas apresenta-lo, frustra um pouco o leitor que deseja um roteiro um pouco mais denso.

As páginas possuem muita força visual – a arte é o grande destaque na obra. Os ângulos são bem utilizados e a fonte escolhida para o letreiramento ajustou-se com o estilo da narrativa. Os balões e onomatopeias misturam-se naturalmente aos cenários, promovendo um impacto interessante nas cenas de batalhas.

Entretanto, o desenho apresenta alguns problemas de continuidade, com armas e espadas que ora surgem na mão esquerda, ora na direita.

Ao criar um personagem com as caraterísticas visuais de um animal, deve-se cuidar para que ele tenha expressões e gestos que sejam condizentes com sua natureza. Esse ponto foi bem executado por Azeitona, que desenvolveu um protagonista bastante crível em sua forma de porco, com gestos naturais e uma personalidade peculiar.

Porco Pirata é uma história divertida, leve e visualmente forte. E a edição da Mino é caprichada, com capa dura, formato 20,5 x 27 cm, papel pólen de boa gramatura e impressão, além de um prefácio escrito pelo quadrinhista Mateus Santolouco.

Classificação:

3,0

.

Compre este quadrinhos aqui!

• Outros artigos escritos por

.

.

.