Quack – Patadas voadoras

Por Rodrigo A. Machado
Data: 12 junho, 2015

Quack – Patadas voadorasEditora: Draco – Edição especial

Autor: Kaji Pato (roteiro e arte).

Preço: R$ 7,90 (revista) e R$ 4,99 (e-book)

Número de páginas: 24

Data de lançamento: Março de 2015

Sinopse

Baltazar Drumont é um garoto de autoestima baixa que sofre bullying o tempo todo, mesmo sendo de uma grande família de aviadores.

Ele recebe de seu avô um ovo, o qual protege a todo custo, passando por cima até mesmo de sua covardia e enfrentando os garotos que o maltratam.

Mas, para surpresa de Baltazar, do ovo nasce um pato dourado falante, que também zomba dele. Além dos garotos, agora o garoto também precisará aturar as zoeiras do pato.

Positivo/Negativo

Um dos vencedores do Brazil Manga Awards de 2014, promovido pela JBC, que teve sua história publicada na antologia Henshin Mangá ao lado de outras quatro histórias, ganha revista solo pela Draco.

Apesar de algumas críticas negativas, feitas na internet, o BMA é um meio de abrir portas para novos autores, uma chance para o público brasileiro conhecer novas histórias e mostrar o potencial do quadrinho nacional.

Kaji é prova disso.

Os desenhos dele nesta edição de Quack mostrando uma arte com personalidade, apesar de claramente influenciada pelo estilo japonês. Eles têm bastante a evoluir, mas combinam com o roteiro no estilo shonen (mangá para meninos) desenvolvido pelo autor.

O roteiro critica o bullying e mostra uma história de superação e amizade, em que o protagonista consegue encontrar um pouco de confiança com a ajuda de seu novo amigo pato – mesmo sendo muito zombado por ele.

O autor situa bem o leitor, apresentando o mundo no qual a história se passa, seja pelos desenhos ou pelo roteiro, apesar das poucas páginas disponíveis.

O senão é o fato de ser uma edição única. A qual a história não se consolida, pois mais parece um primeiro capítulo, com personagens sendo apresentados, e sugerindo que história seria desenvolvida com aventuras entre Baltazar e o pato dourado.

Talvez seja um teste de mercado (o que é natural) e Quack ganhe novas edições pela Draco, mas como nada disso pode ser confirmado no site da editora, a trama deveria ser mais conclusiva, pelo menos.

Classificação

2,5

• Outros artigos escritos por

.

.

.