Reading Comics

Por Diego Figueira
Data: 18 fevereiro, 2011

Reading ComicsEditora: Da Capo Press – Livro teórico

Autor: Douglas Wolk (texto).

Preço: US$ 16,95

Número de páginas: 408

Data de lançamento: 2007

Sinopse

Livro que reúne ensaios do crítico norte-americano Douglas Wolk (que publica em veículos como New York TimesRolling StoneThe Washington Post e o site Pitchfork) sobre histórias em quadrinhos.

A obra divide-se em duas partes: Teoria e História e Resenhas e Comentários. Na primeira, Wolk apresenta sua concepção de graphic novel e sua visão particular do mercado de quadrinhos, especialmente o dos Estados Unidos.Na segunda, mostra uma série de ensaios críticos sobre a obra de quadrinhistas dos mais variados estilos, compondo assim um belo quadro do terreno das graphic novels.

Positivo/Negativo

O leitor brasileiro interessado em livros teóricos sobre histórias em quadrinhos tem motivos para comemorar. Ultimamente, o número de publicações desse segmento e o espaço dado a elas têm aumentado consideravelmente. Trata-se de um bom momento, ainda mais se considerarmos que o País foi um países pioneiros na produção de pesquisas sobre HQs no mundo.

Por outro lado, essa produção continua bastante dispersa. Falta contato entre os indivíduos ou grupos de pesquisa que trabalham nas mais diferentes áreas para que o conhecimento elaborado possa ser sistematizado e difundido. Dessa forma, ainda estamos muito longe de um cenário ideal para um mercado de livros teóricos.

É por isso que obras como esta de Douglas Wolk são um verdadeiro achado. Não é necessariamente algo introdutório, pois não responde as perguntas mais básicas (o que são histórias em quadrinhos ou como surgiram, por exemplo), mas lança um olhar crítico criterioso sobre parte representativa da produção (em língua inglesa, na maior parte) de graphic novels.

Ainda que breve, sua parte teórica e histórica tem muitos méritos. O maior deles é compreender como a relação dos quadrinhos com seu público mais representativo, os colecionadores, definiu boa parte do seu conteúdo ao longo dos anos.

Para Wolk, foram os colecionadores que sustentaram a indústria de quadrinhos na maior parte de sua trajetória.

O autor expõe de maneira precisa e com muitos dados o que todo leitor de super-heróis sabe bem: que cada revista mensal do gênero é uma pequena parte de uma história muito maior sobre um verdadeiro “universo” de personagens, que recebe o nome da editora que os publica (Marvel e DC).

Wolk vai além e afirma: a imersão total nesses universos e a enorme quantidade de informação para isso não é algo que as editoras exigem do leitor, é o que elas vendem.

Mas a grande contribuição e principal objetivo de Wolk com este livro é estabelecer parâmetros para uma crítica de histórias em quadrinhos. Diante do crescimento do mercado e da variedade de gêneros que os Estados Unidos experimentaram na década que antecedeu a publicação (situação semelhante a que se vê também no Brasil), o autor dá exemplos de leituras embasadas e aprofundadas de obras como as de Chris Ware, Dave Sim e Alan Moore.

Sabendo que não há como traçar caminhos a serem repetidos por outros críticos, Wolk demonstra como a combinação de leitura atenta aos detalhes da publicação e de conhecimento histórico sobre os quadrinhos pode resultar em análises produtivas, que enriquecem a leitura da própria obra.

Por fim, para quem não está interessado em discussões teóricas, Reading Comics oferece uma excelente amostra do que há de melhor nos quadrinhos norte-americanos e ingleses e pode se tornar um ótimo guia, estimulando o leitor a ir além.

Classificação

4,5

• Outros artigos escritos por

.