Rurouni Kenshin – Crônicas da Era Meiji # 9

Por Rodrigo A. Machado
Data: 21 agosto, 2013

Rurouni Kenshin – Crônicas da Era Meiji – Volume 9Editora: JBC – Revista mensal

Autor: Nobuhiro Watsuki (roteiro e arte).

Preço: R$ 13,90

Número de páginas: 192

Data de lançamento: Julho de 2013

Sinopse

Kenshin continua sua jornada em busca de Shishio, após libertar um vilarejo tomado pelo malfeitor. E, finalmente em companhia de Saitou, tem seu primeiro encontro com seu sucessor.

Misao Makimachi, incumbida de cuidar de Eiji, em segredo, junto com o garoto, segue Kenshin e Saitou até a mansão onde está Shishio.

Enquanto isso, Kaoru e Yahiko seguem viagem até Kyoto, na esperança de encontrar Kenshin, para impedir que ele se torne Battousai novamente.

Sanosuke faz o mesmo, mas se perde na floresta, onde encontra Anji Yukyuzan e arrisca sua vida para ficar mais forte aprendendo uma nova técnica.

Positivo/Negativo

Finalmente, Kenshin tem seu primeiro encontro com Makoto Shishio. A trama chega a um patamar empolgante, no qual Nobuhiro Watsuki , de certa forma amarra a história ao apresentar diversos personagens, cada um com seu objetivo pessoal. Alguns com passagens rápidas e outros mais bem construídos, como Soujirou Seta, conhecido como o espada celestial.

O roteiro prende a atenção, além de trazer dados históricos misturados à ficção, deixando a leitura mais interessante. Os mais curiosos certamente irão buscar mais informações sobre a história japonesa ocorrida na época em que Rurouni Kenshin é situado.

Devido a muitos dados ou referências históricas a lugares ou personagens, inclusive na seção Making of dos personagens, a editora inclui algumas notas nas páginas. Isso deixa o mangá mais rico, mas talvez valesse a pena incluir isso no final da revista, num glossário.

As notas colocadas na própria página além de serem com uma fonte muito pequena, às vezes “mancham” ou sobrepõem alguns quadros.

Os desenhos estão excelentes. O traço bem peculiar detalha alguns cenários épicos e até mesmo os detalhes das roupas da época. Porém, em algumas cenas de batalhas, a arte parece um pouco suja, mas nada que atrapalhe, pois é uma característica de Watsuki.

Kenshin é uma obra que merece a atenção do leitor, e está tendo uma republicação à altura. A JBC está fazendo um ótimo trabalho. Quem acompanha a série, espera ansioso pelo próximo volume.

Classificação

4,0

• Outros artigos escritos por

.