Safadas – Verão

Por Audaci Junior
Data: 7 fevereiro, 2014

Safadas – VerãoEditora: Nemo – Série em quatro volumes

Autores: Alex Varenne, Annie Goetzinger, Daniel Ceppi, Daniel Redondo, Denis Frémond, Florenci Clavé, Guy Vidal, Harriet, Igort, Jean-Pierre Gibrat, Louis Retif, Max Cabanes, Michel Blanc-Dumont, Philippe Caza, Philippe Marcelé, Thierry Smolderen (roteiro e arte) – Originalmente em Été Fripons (Tradução de Fernando Scheibe).

Preço: R$ 39,00

Número de páginas: 72

Data de lançamento: Janeiro de 2014

Sinopse

Doze histórias curtas de veraneio envolvendo aventuras e encontros ao acaso com pitadas de erotismo, luxúria, lascívia e desejos proibidos.

Positivo/Negativo

Tradicionalmente, os quadrinhos europeus – especificamente os franceses – são experts quando o tema gira em torno de contos eróticos.

Ao longo dos anos, o gênero tem sido pouco explorado pelas editoras brasileiras, que disponibiliza um ou outro título avulso. Para preencher o hiato, a coleção Safadas traz pequenos casos nos mais diversificados traços, técnicas e estilos de autores pouco (ou nada) conhecidos por aqui.

A coletânea produzida pela Nemo foi lançada originalmente na França, pela editora Humanoïdes Associés, no começo da década de 1990. Como o próprio título diz, além do sexo, o verão também é o tema central.

A maioria das HQs tem um teor cômico, misturado com o cinismo e a acidez europeia. Com raras exceções, como a história que abre o volume, As camisas do senhor Bill, da quadrinhista Annie Goetzinger, que mostra um plano surreal de vingança de uma velha senhora envolvendo tecido e lembranças.

Outra história mais séria e com certo quê filosófico é Corpo e alma, de Daniel Ceppi, sobre pensamentos soltos de uma mulher em um bar. Já em Sobre alguns verões, a arte estilizada de Denis Frémond mostra paulatinamente a vida sexual do protagonista através de quatro décadas.

No álbum, a presença do quadrinhista Philippe Caza é curiosa, já que o artista se destaca mais na área da ficção científica. Piquenique na praia Arcturus não deixa de apresentar o gênero, com uma trama envolvendo um homem-lagosta e uma sensual moça nas praias de um planeta qualquer. O autor já teve algumas HQs curtas publicada no Brasil na extinta revista Heavy Metal.

Outro que já teve HQs por aqui é Alex Varenne, autor de Amores loucos, A visita, Corpo a corpo, Mulheres de sonhos em quadros sonhados (todos da Martins Fontes) e Erma Jaguar (LP&M). Sua inconfundível arte em preto e branco ilustra encontros casuais na floresta em Pipiquenique.

Do lado mais nonsense e com o humor mais solto do álbum estão Gibrat com Antes da missa, a dupla Smolderen & Marcelé com Os Sirênios, a exploração de um folclore turístico em O amante do crepúsculo, de Harriet & Redondo, e o hilário e truculento Titio assusta as moças, de Cabanes.

Completam o time Igort, com seu traço sujo em Pussycat, na qual oferece asas a sua imaginação com uma pitada de super-herói; Blanc-Dumont e Vidal apresentam uma sátira sobre costumes em O verão de Valentin; e, por fim, Retif e Clavé mostram o mal-humorado e avarento Sr. Paul, professor de desenho.

O ponto negativo da edição é não ter nenhum texto de apresentação ou breves biografias dos seus autores. Seria um acréscimo muito bem-vindo.

Em compensação, vale destaque a bela e “turbinada” capa assinada por Fred Beltran, especialista em pin-ups que já trabalhou com o Alexandro Jodorowsky (autor chileno que, ao lado de Moebius, criou O Incal) e produziu também as outras capas da série. Além deste volume, a Nemo publicará mais três temas da coleção erótica: Encontros, Lingerie e Natal.

Com o perdão da piada, Safadas – Verão é uma ótima “rapidinha”.

Classificação

4,5

• Outros artigos escritos por

.

.

.