Sangra

Por Milena Azevedo
Data: 9 maio, 2014

SangraEditora: Tribo – Edição especial

Autora: AnaLu Medeiros (textos e artes).

Preço: R$ 10,00

Número de páginas: 40

Data de lançamento: Abril de 2014

Sinopse

Fanzine que traz quadrinhos, textos e ilustrações de AnaLu Medeiros.

Positivo/Negativo

Drummond afirmou, em um de seus poemas, ser a dor inevitável, e o sofrimento, opcional.

É preciso coragem para reconhecer que o sofrimento torna a dor mais aguda, e sapiência para canalizá-lo na arte.

E se a arte é concebida com uma carga possante de sentimento, ela é por demais sincera, não permitindo qualquer indiferença.

A capa de Sangra, segundo trabalho autoral da potiguar AnaLu Medeiros, publicado pela Tribo, já anuncia a dança das lágrimas na face de quem se permitir sangrar com os textos concisos, lúcidos e profundos, e com a singular história em quadrinhos que batiza o zine.

No entanto, como a jovem artista extravasa, as lágrimas terminam limpando “a sujeira que fica grudada no rosto a cada coisa terrível que acontece e a gente não consegue evitar.”

AnaLu faz o leitor refletir sobre as pessoas que cruzam o seu caminho e a maneira como elas vão embora, em especial quando não se está preparado para vê-las ou deixá-las partir.

Nas suas inquietações, a autora acaba mostrando que o melhor é lembrar os bons momentos e o bem que alguém fez a você enquanto teve o privilégio da sua companhia.

Essa máxima é vivenciada pela personagem Sandra, da história Sangra, concebida em seu debut para a versão brasileira do 24-Hour Comic – desafio proposto pelo quadrinhista e teórico Scott McCloud, no qual cada artista tem 24 horas para criar e produzir sozinho uma HQ de 24 páginas –, que AnaLu desenvolveu e desenhou em menos de um dia!

A HQ chama a atenção pela verborragia (com português castiço, diga-se de passagem) e layout das páginas, as quais brincam com formas de objetos e curvas do corpo humano.

Por intermédio de Sandra, AnaLu desvela a centelha de vida que há na morte e os malabarismos diários para a alma continuar pulsando.

E o faz não com lágrimas, mas com um sorriso matreiro de quem está aprendendo a andar de salto alto na corda bamba.

Sangra é o quinto zine publicado pela Tribo, editora indie potiguar que está na ativa desde novembro de 2013, e vem se destacando pelo acabamento estético de seus títulos. Até mesmo os zines têm todo um cuidado editorial de diagramação e impressão, deixando as edições bastante simpáticas.

Classificação

4,0

• Outros artigos escritos por

.

.

.