Sangue seco tem cheiro de ferro

Por Talita Grass
Data: 18 dezembro, 2019

Sangue seco tem cheiro de ferroEditora: Independente – Edição Especial

Autora: Amanda Miranda (roteiro e arte).

Preço: R$ 25,00

Número de páginas: 32

Data de lançamento: Outubro de 2018

Sinopse:

Obra com teor reflexivo que narra as dores de uma garota em busca de um lugar seguro em meio ao mundo caótico.

Positivo/Negativo

Esta foi uma das obras contempladas com o edital do MIS – Museu da Imagem e do Som para ser lançada na Feira Des.gráfica de 2019. Com a edição da feira já esgotada, Amanda Miranda lançou uma nova edição na Comic Con Experience.

Embora possua uma linguagem gráfica experimental, que agrada um público bastante específico, Sangue seco tem cheiro de ferro tem um texto muito marcante e demonstra o estilo já bem consolidado da autora.

Com narrativa em primeira pessoa e tom confessional de carta, o leitor acompanha uma garota em busca de segurança em cenários de caos e destruição – um futuro distópico.

A estrutura narrativa funciona em um quadro por página, com arte que emula a serigrafia. O texto, de início, está desligado dos acontecimentos da imagem – eles vão se aproximando no decorrer da obra.

Enquanto a protagonista manipula um pássaro já morto, retirando-lhe as vísceras, a narrativa discursa sobre suas lágrimas, medos e os atuais atentados na cidade em que vive.

Um dos destaques de Amanda, certamente, é seu texto forte e delicadamente angustiante – suas palavras têm força.

A nova edição de Sangue seco tem cheiro de ferro é em capa cartonada, formato 23 x 23 cm e miolo em papel pólen bold 90g.

Classificação:

4,0

• Outros artigos escritos por

.

.

.