O Senhor dos espinhos # 2

Por Rodrigo A. Machado
Data: 20 setembro, 2013

O Senhor dos espinhos # 2Editora: JBC – Revista mensal

Autor: Yuji Iwahara (roteiro e arte).

Preço: R$ 12,90

Número de páginas: 204

Data de lançamento: Julho de 2013

Sinopse

Todos correm contra o tempo, pois a doença medusa pode matá-los nos próximos instantes. E procuram juntos uma saída do imenso castelo, enfrentando diversos obstáculos, como portas que não abrem, monstros e a planta espinhosa.

Para complicar, um dos integrantes do grupo foge, larga os outros em perigo e ainda sequestra um deles.

Até que ponto eles podem confiar uns nos outros, sabendo que se conheceram há poucos momentos, quando as cápsulas se abriram? E quem será a loira misteriosa que espiona as atitudes do grupo? Conseguirão sair do castelo e ainda encontrar uma cura para a medusa?

Positivo/Negativo

O Senhor dos Espinhos (Ibara no Oh, no original) possui uma característica comum quando um mangá faz muito sucesso no Japão: as quatro primeiras páginas são coloridas. Isso, no entanto, encareceu o título em R$ 1,00, em comparação a outros títulos totalmente em preto e branco da JBC. Mas vale a pena.

Neste segundo volume, a trama se desenvolve mais rapidamente deixando alguns pontos sem respostas e fazendo o leitor criar expectativas quanto aos próximos capítulos. Mas, ainda assim, mata um pouco da sede trazendo algumas explicações.

O forte do roteiro, e talvez o que o deixe mais interessante, é o fato de que nenhum personagem envolvido nesse grupo de pessoas que buscam respostas se conhece efetivamente.

Isso faz com que se ajudem, mas sempre com um pé atrás quando se trata de confiança. Além disso, fica a dúvida se algum personagem sabe verdadeiramente o que está se passando, pois ninguém conhece os segredos das pessoas até que elas os revelem.

A arte de Yuji Iwahara varia no decorrer do mangá. Por isso, tem altos e baixos. Existem quadros com desenhos excelentes, porém alguns deixam a desejar por causa de uma arte mais “suja” que até atrapalha no entendimento do que realmente acontece na cena.

A capa apresenta um ótimo desenho e demonstra bem o que está por vir. E traz ainda uma pequena síntese para informar possíveis curiosos que se interessem pelo material.

Há muitos títulos japoneses sendo publicados no Brasil atualmente, mas O Senhor dos espinhos é uma dos mais interessantes. O leitor espera ansioso pelos próximos capítulos para descobrir o que há por trás de cada personagem.

Classificação

3,5

• Outros artigos escritos por

.

.

.