SIDERALMAN # 2

Por Sidney Gusman
Data: 1 dezembro, 2010

SIDERALMAN # 2

Editora: Independente (Quarto Mundo) – Edição especial

Autores: Sideralman contra o Monstro Horripilante Gigante Cheio de Tentáculos Vindo de Outra Dimensão – Cadu Simões (roteiro) e Will (arte);

Zombie Walk – Cadu Simões (roteiro), Laudo Ferreira (desenhos) e Omar Viñole (arte-final);

Breve interlúdio que vem depois de tudo para o que vem a seguir – Will (roteiro) e Braga (arte).

Preço: R$ 3,00

Número de páginas: 24

Data de lançamento: Outubro de 2009

 

Sinopse

Sideralman contra o Monstro Horripilante Gigante Cheio de Tentáculos
Vindo de Outra Dimensão
– Uma enorme criatura aterroriza a cidade
de Nova-Luz e, claro, sobrou pro Sideralman detê-la. Ou não.

Zombie Walk – Demétrius Dante, o detetive do absurdo, descobre que São Paulo está repleta de zumbis comedores de carne humana. Será mesmo?

Breve interlúdio que vem depois de tudo para o que vem a seguir – Sideralman não está num um pouco a fim de permitir que Nosférius volte ao planeta Terra.

Positivo/Negativo

Muito interessante a proposta desta edição independente: Will, o criador de Sideralman e Demétrius Dante, convidou Cadu Simões para escrever histórias de seus dois personagens e Laudo Ferreira Jr. e Braga para desenhar. E o resultado é divertido.

Na primeira história, Cadu Simões, o “pai” do Homem-Grilo, faz um roteiro propositalmente recheado de clichês, como um monstro de outra dimensão detonando a cidade e um herói levando uma pancada e atravessando vários andares de um edifício. E a grande sacada é uma página inteira com closes do Wolverine na mesma posição, com os dentes cerrados e as garras à mostra, para “fazer a revista vender mais”. Isso sem contar o final inusitado e divertido.

Nos desenhos, Will se encarrega de deixar as páginas divertidas com uma bela diagramação dos quadros e uma narrativa competente.

Em Zombie Walk, de novo, o tema escolhido por Simões é mais do que lugar-comum, inclusive pelo desfecho. Mas, desta vez, a sensação é de que não foi algo proposital. O melhor da HQ são os desenhos de Laudo, sempre finalizados pelo competente Omar Viñole.

Fechando a revista, Breve interlúdio que vem depois de tudo para o que vem a seguir é só uma apresentação de algo que virá por aí, mas o traço de Braga desperta a curiosidade.

A edição traz ainda pin-ups de Edu Mendes, Omar Viñole e Caio Majado, minibiografias dos autores e um prefácio do jornalista Manoel de Souza, editor da revista Mundo dos Super-Heróis, da Europa. Vale conferir

Classificação:

4,0

• Outros artigos escritos por

.

.

.