Sin City – A Cidade do Pecado

Por Samir Naliato
Data: 21 dezembro, 2005

Sin City - A Cidade do PecadoEditora: Editora Devir – Edição especial

Autores: Frank Miller (argumento e arte).

Preço: R$ 39,90

Número de páginas: 208

Data de Lançamento: Novembro de 2004

Sinopse

Marv é sozinho nesta vida, e já passou pelo pior que uma pessoa pode experimentar, principalmente quando se vive numa cidade como Sin City.

Ele finalmente encontra o amor e aconchego, e essa sensação nunca sentida antes vem nos braços da prostituta Goldie.

Mas esse doce momento não passa de uma noite, pois a moça é assassinada enquanto dormia ao seu lado. Um misterioso crime que levará Marv e sua sede de vingança desde os becos mais sujos e violentos até aos mais chiques apartamentos dessa cidade viciada em pecado.

Positivo/Negativo

Fazer uma resenha de Sin City é muito fácil. E, ao mesmo tempo, não é. Afirmação contraditória? Definitivamente. Esta é uma das melhores obras de Frank Miller, aclamada pela crítica e leitores várias vezes, e analisada outras tantas.

O que mais dizer?

Lançada originalmente em 1991 como uma história em capítulos da revista Dark Horse PresentsSin City rapidamente se destacou. Motivos não faltaram.

Primeiro, o homem por trás da trama era Frank Miller, que poucos anos antes salvou do cancelamento a série do Demolidor e redefiniu o Batman em duas histórias que até hoje influenciam criadores quando o assunto é o Homem Morcego: O Cavaleiro das Trevas e Batman – Ano Um. Isso por si só seria motivo para deixar todos curiosos sobre sua nova empreitada.

Segundo, porque Miller levou sua criação para a Dark Horse, que não é uma editora pequena, mas também não chega perto das gigantes Marvel e DC Comics.

Terceiro, ele resolveu realizar uma obra autoral, na qual poderia praticamente fazer o que quisesse na época, dada sua posição privilegiada. E essa obra ainda seguiu o caminho inverso do que vinha sendo feito no início da década de 1990: não tinha super-heróis, era em preto-e-branco (contra a onda de coloração digital que começava a tomar força), estilo noir muito bem definido e violento.

Não violento como personagens brigando para salvar o mundo, mas no sentido mais amplo. Violento de verdade, onde se pode ver o quão podre esta cidade é.

Sin City - A Cidade do PecadoSin City acabou ganhando vários volumes, mas desde essa primeira história é possível ver que Miller tinha o controle total de sua obra. Seu traço é seguro, e as coisas que consegue fazer com uma folha em branco e tinta preta não se encontram sempre. Ele abusa dos contrastes chapados, muitas vezes apenas retratando a silhueta da cidade ou dos personagens.

Outro ponto forte – o que não é novidade quando se fala de Miller – é sua impecável narrativa, praticamente cinematográfica. Seus desenhos realmente contam uma história por si só. Essa sua característica é tão marcante, que pode ser comprovada no filme homônimo, lançado este ano, tamanha a fidelidade aos traços do autor.

Isso sem falar nos personagens criados para viver nessa cidade. Policiais, ladrões, informantes, prostitutas, vagabundos… são como vermes que moram dentro de uma fruta estragada.

Mesmo tendo se passado 14 anos desde seu lançamento, as histórias de Sin City continuam atuais e críveis. Justamente por isso que novas obras são lançadas, antigas republicadas e filmes estão sendo feitos.

Sin City já foi publicada aqui no Brasil pela Editora GloboPandora Books e, agora, Devir. O trabalho da editora atual só complementa a obra. A edição é pomposa e muito bem acabada, mostrando todo o zelo que tem com este e outros títulos. E o melhor: sem exageros, deixando o livro com um preço bem acessível.

O sucesso da empreitada da Devir pode ser comprovado pelo fato de a edição já ter ganhado até reimpressão, e com uma capa diferente (a primeira trazia Marv em destaque – veja ao lado), como no mercado norte-americano.

Para saber por que Sin City agradou (e agrada) a tantos, apenas lendo suas páginas. Afinal, uma boa história não tem época. Nem idade.

Classificação

5,0

• Outros artigos escritos por

.

.

.