SMALLVILLE # 3

Por Zé Oliboni
Data: 1 dezembro, 2004


Autores: Quimera – Mark Verheiden & Clint Carpenter (roteiro) e Renato Guedes (desenhos);

Férias de Verão – Clint Carpenter (roteiro) e Tom Derenick (desenhos).

Preço: R$ 3,50

Número de páginas: 32

Data de lançamento: Junho de 2004

Sinopse: Quimera – Lex é o principal suspeito do assassinato de seu amigo.

Férias de Verão – Parte 2 – O que realmente aconteceu com Chloe em Metrópolis?

E ainda: entrevistas com Renato Guedes e Michael Rosebaum e a continuação do Guia de Episódios da série.

Positivo/Negativo: A revista vem se esforçando para agradar os fãs da série e dos quadrinhos, equilibrando o mix com HQs e entrevistas com um dos atores da série e o desenhista brasileiro do título.

Num momento em que o seriado está em época de reprises (a terceira temporada foi encerrada recentemente no canal pago Warner Channel), a revista pode ser um bom modo de os fãs verem coisas novas.

No entanto, os roteiros das histórias, apesar de divertirem o leitor, são bastante fracos. Talvez a falta de liberdade do escritor em ter que trabalhar nas brechas da série, sem fazer interferências significativas, dificulte a produção de tramas mais interessantes.

A grande dificuldade de se produzir algo baseado na série deve ser desenhar com fidelidade atores que estão tão claros nas mentes dos telespectadores, e os artistas não fazem feio. Smallville não é, nem de longe, o melhor trabalho de Renato Guedes, que, pelas ilustrações expostas na sua entrevista, é capaz de fazer maravilhas com o traço. Mesmo assim, sua arte flui bem e agrada.

O que poderia ser um grande destaque na revista, a entrevista com Michael Rosebaum, deixa a desejar. Se já é difícil dissociar a imagem de um ator do personagem que interpreta, quando as perguntas são somente sobre o trabalho, o texto tende a se tornar cansativo. Talvez se tivessem sido abordados outros aspectos da vida do “jovem Lex Luthor”, ficasse mais interessante.

Vale parabenizar o editor brasileiro Fabiano Denardin pela condução da entrevista com o ótimo Renato Guedes e por permitir que os leitores participassem da revista, enviando perguntas por meio do fórum da Panini.

Essa participação do leitor é muito importante, pois faz com que ele sinta que a revista é realmente “dele”, por poder interferir no processo de produção.

Encerrando a revista, o guia de episódios da série. Na verdade, isso é uma mania dos TV Guides americanos, mas serve como referência e lembrança para aqueles que perderam algum episódio ou não compraram o DVD da série.

Classificação:

4,0

• Outros artigos escritos por

.

.

.