Star Wars # 1

Por Thiago Rique
Data: 15 março, 2016

Star Wars # 1Editora: Panini Comics – Revista mensal

Autores: Jason Aaron (roteiro), John Cassaday (desenhos) e Laura Martin (cores).

Preço: R$ 6,90

Número de páginas: 48

Data de lançamento: Agosto de 2015

Sinopse

Após a destruição da Estrela da Morte, os líderes rebeldes Luke Skywalker, Han Solo e Leia Organa planejam, ao lado de seus companheiros Chewbacca e C-3PO, a invasão e neutralização da maior fábrica de armas do Império localizada no planeta Cymoon 1. Uma ação que os colocará em rota de colisão com Darth Vader.

Positivo/Negativo

É importante não confundir esta publicação com sua revista-irmã, também da Panini, Star Wars Legends, que foi publicada até a edição # 15, com o material produzido originalmente pela Dark Horse nos Estados Unidos, hoje invalidado como parte do cânone oficial.

Star Wars apresenta o novo material lançado pela Marvel, após a aquisição da franquia pela Disney, constituindo, portanto, o novo e oficial universo expandido – nome dado ao conjunto formado por livros, games, quadrinhos e demais produtos responsáveis por continuar em outras mídias as aventuras apresentadas no cinema.

Este título terá no mix, a partir do segundo volume, as aventuras de Kanan, personagem apresentado na série de animação Rebels, enquanto Darth Vader virá com as histórias solo do vilão e também da princesa Leia.

Sendo um novo começo, a trama de Jason Aaron e John Cassaday se inicia em algum ponto após o episódio IV, Uma Nova Esperança. A Estrela da Morta foi destruída e os rebeldes, incentivados pelo sucesso na batalha de Yavin, põem em execução outro duro golpe contra o império.

É uma trama ágil e cheia de referências ao universo de Star Wars, desde um certo disfarce visto em O Retorno de Jedi até alguns momentos históricos, como ver Luke, pela primeira vez neste novo universo expandido, brandir um sabre de luz em combate nos quadrinhos ou o confronto de Chewbacca com Vader, algo que lembra (muito) uma cena de O Despertar da Força. Lembrando que esta HQ foi produzida antes do lançamento do filme mais recente da franquia.

É interessante notar como o roteirista conseguiu dar a voz certa para cada personagem. Quando Han, Luke ou mesmo C-3PO falam, eles seguem a mesma cadência de comportamento e maneirismos vistos nos filmes, soando bastante autênticos. Ponto para a ótima caracterização.

A arte de Cassaday é um show. Ele prova não ser apenas um excelente ilustrador, mas também um exímio retratista ao representar todos os personagens principais com as feições dos atores que lhes deram vida no cinema. Sem esforço algum, identifica-se Mark Hamill, Harrison Ford e Carrie Fisher, um detalhe responsável por enriquecer a imersão na leitura da trama.

A edição vem com 11 páginas de preview (sem texto) das histórias de Darth Vader e da princesa Leia e foi lançada com três capas alternativas, sendo uma delas metalizada.

Interessante apontar a curiosidade de a Marvel ter sido a pioneira a trabalhar com Star Wars nos quadrinhos, em uma série mensal que foi de 1977 (quando do lançamento de Uma Nova Esperança) a 1986, três após O Retorno de Jedi ter estreado nos cinemas. Agora, quase décadas depois, a editora volta a trabalhar com a franquia e o resultado não poderia ser melhor.

Se você deseja começar a acompanhar o novo universo expandido ou voltar a seguir as produções de Star Wars fora do cinema, esta revista é uma ótima oportunidade: repleta de cenas empolgantes, com um texto capaz de resgatar uma dose da magia do Episódio IV e arte espetacular. Uma bela revitalização da franquia nos quadrinhos.

Classificação

3,5

• Outros artigos escritos por

.

  • Stephan

    A Marvel podia aproveitar e fazer um crossover entre seus personagens e o universo de Star Wars!

    • Sarah Oliveira

      Não podia não.

      • Stephan

        Por que não? Darth Vader versus Thanos ou versus Doutor Destino, Estrela da Morte versus Galactus, e por aí vai…kkkkk!

        • Sarah Oliveira

          Muita galhofa =/

          • Stephan

            Melhor do que os infinitos reboots que tem por aí…

          • Sarah Oliveira

            Não acho… “Guerras Secretas 2” foi eleita uma das melhores sagas do ano passado. Inclusive nas vendas. Concordo que é melhor sempre algo novo e criativo, mas galhofa demais estraga.

          • Otávio Santana

            Guerra Secretas 3* (sim, houve uma continuação em ’85)

          • Sarah Oliveira

            Que seja! rs eu nem sabia disso.

  • Stephan

    Realidade alternativa, assim como ocorreu nos encontros Marvel e DC.
    O “a long time ago” refere-se ao passado da franquia, ou seja, ao passado de Star Wars, que bem pode ser o nosso futuro. Meio confuso, eu sei, mas…

  • Saia Jeans

    O único problema, é que o Cassaday não sabe desenhar a máscara do Vader. As únicas vezes em que ele acerta, é porque teve apoio fotográfico. Tirando isso, é uma ótima leitura!

  • Eduardo Roq

    Teve 1 hq do invalidado universo expandido da Dark Horse em q personagens da trilogia original vieram parar na Terra no período do Velho Oeste o q contextualiza 1 pouco o “há muito tempo atrás”